top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Cuidar de ovelhas



“Pois quero que saibais quão grande luta tenho por vós, e pelos que estão em Laodicéia, e por quantos não viram a minha pessoa; para que os seus corações sejam animados, estando unidos em amor, e enriquecidos da plenitude do entendimento para o pleno conhecimento do mistério de Deus - Cristo, no qual estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência. Digo isto, para que ninguém vos engane com palavras persuasivas. Porque ainda que eu esteja ausente quanto ao corpo, contudo em espírito estou convosco, regozijando-me, e vendo a vossa ordem e a firmeza da vossa fé em Cristo. Portanto, assim como recebestes a Cristo Jesus, o Senhor, assim também Nele andai, arraigados e edificados Nele, e confirmados na fé, assim como fostes ensinados, abundando em ação de graças.” (Colossenses 2:1-7)

Muitas vezes as pessoas imaginam que a função de um pastor é somente pregar ali nos púlpitos nos dias de reunião e nada mais. Mas quem assim procede não é pastor, pode até se autodenominar como tal, mas não passa de um pregador qualquer ou outra coisa. A função do pastor é cuidar de ovelhas, portanto, sua função é ensinar, cuidar e proteger, e o pastor tem duas varas: uma para espantar os lobos e outra para guiar as suas ovelhas. Assim, o pastor sabe que tem a função de cuidar e proteger as ovelhas do Senhor, que tem que lhes ensinar o Caminho, porque essa é a sua missão, uma vez que é consciente de que ele nada mais é do que um servo do Senhor e tem a obrigação de obedecer ao Senhor; caso contrário, sofrerá as consequências. O pastor legítimo se alegra com as vitórias do seu rebanho, com o crescimento espiritual, mas se entristece quando vê ovelhas se desviando do Caminho e indo atrás de enganos de falsas promessas, de lobos disfarçados de ovelhas, ou melhor, disfarçados de pastores, os legítimos mercenários. O pastor, mesmo estando a distância fisicamente falando, está sempre presente em espírito com as ovelhas do rebanho do Senhor, que estão sob a sua responsabilidade, e sofre quando elas sofrem, mas também se alegra juntamente com elas quando estão vitoriosas.

“Tendo cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo; porque Nele habita corporalmente toda a Plenitude da Divindade, e tendes a vossa plenitude Nele, que é a Cabeça de todo principado e potestade, no qual também fostes circuncidados com a circuncisão não feita por mãos no despojar do corpo da carne, a saber, a circuncisão de Cristo; tendo sido sepultados com Ele no batismo, no qual também fostes ressuscitados pela fé no Poder de Deus, que o ressuscitou dentre os mortos; e a vós, quando estáveis mortos nos vossos delitos e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com Ele, perdoando-nos todos os delitos; e havendo riscado o escrito de dívida que havia contra nós nas suas ordenanças, o qual nos era contrário, removeu-o do meio de nós, cravando-o na cruz; e, tendo despojado os principados e potestades, os exibiu publicamente e deles triunfou na mesma cruz. Ninguém, pois, vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa de dias de festa, ou de lua nova, ou de sábados, que são sombras das coisas vindouras; mas o corpo é de Cristo.” (Colossenses 2:8-17). Por esse motivo temos que tomar muito cuidado com o que estamos vivendo ou aprendendo, porque muitas vezes as pessoas são enganadas por pregadores profissionais que gostam de se intitular pastores, mas simplesmente usam de suas lábias para enganar e escravizar as pessoas tornando-as servas, escravas deles, e não servas, Ovelhas do Senhor, e assim as retiram do rebanho do Senhor , da igreja que é de Cristo, e as conduz às trevas da religião e, onsequentemente, ao sofrimento eterno. Temos que abrir os nossos olhos para não nos tornarmos religiosos, pois sabemos que em Cristo temos liberdade, pois Ele nos libertou, nos deu vida, e assim não temos que fazer nenhum sacrifício, mas simplesmente nos render a Ele, pois Ele já derrotou até a morte. Jesus é o Cabeça da igreja, e se somos a igreja, se fazemos parte da igreja Dele, vivemos em obediência a Ele e procuramos sempre aprender mais com quem notadamente é servo Dele, e tudo isto confirmamos pela sua Palavra, nas nossas bíblias, no Novo Testamento, uma vez que vivemos na Graça, e não mais na lei, nem nos profetas, pois tudo isto se cumpriu Nele. Aprendamos uma coisa: todos nós devemos ser ovelhas do Grande Pastor, que é Jesus Cristo. “Ninguém atue como árbitro contra vós, afetando humildade ou culto aos anjos, firmando-se em coisas que tenha visto, inchado vãmente pelo seu entendimento carnal, e não retendo a Cabeça, da qual todo o corpo, provido e organizado pelas juntas e ligaduras, vai crescendo com o aumento concedido por Deus. Se morrestes com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos sujeitais ainda a ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como: não toques, não proves, não manuseies (as quais coisas todas hão de perecer pelo uso), segundo os preceitos e doutrinas dos homens? As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria em culto voluntário, humildade fingida, e severidade para com o corpo, mas não têm valor algum no combate contra a satisfação da carne.” (Colossenses 2:18-23).

Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino




7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page