top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Contrário aos ensinamentos




“Guardai-vos de fazer as vossas boas obras diante dos homens, para serdes vistos por eles; de outra sorte não tereis recompensa junto de vosso Pai, que está nos céus. Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa. Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a direita; para que a tua esmola fique em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. E, quando orardes, não sejais como os hipócritas; pois gostam de orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa. Mas tu, quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará diante dos homens. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque pensam que pelo seu muito falar serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes.” (Mateus 6:1-8)

Ser cristão é ser praticante do Evangelho, ser praticante de Jesus Cristo, digo isto porque vemos hoje não somente as pessoas físicas, como também as congregações, as denominações que se identificam como evangélicas agindo de maneira contrária aos ensinamentos de Jesus Cristo. Isso porque, quando fazem alguma espécie de caridade, procuram divulgá-la aos quatro cantos do planeta, e não raro buscar se beneficiar junto ao governo, obtendo desconto nos impostos. Atualmente, as pessoas têm o hábito de tirar fotos e filmar tudo, e quando ofertam alguma coisa, divulgam nas mídias sociais para que todos vejam a caridade que estão fazendo. Eu vejo na verdade como uma humilhação de quem recebe. Se realmente fossem cristãos, seguidores de Cristo, ninguém ficaria sabendo o que fizeram, pois sabemos que o Nosso Pai Celestial vê todas as coisas, e a nossa recompensa está nos céus, e não temos o interesse de sermos conhecidos como benfeitores, queremos ser conhecidos pelo Senhor como servos fiéis. De igual maneira, as pessoas têm a mania de ficar orando nas ruas ou dentro dos templos de maneira escandalosa, pois fazem questão de gritar, e não raro falar em uma língua muitooo estranha, e fazem gestos para que todos vejam. Esse tipo de oração é somente para chamar a atenção das pessoas, pois Deus não ouve e nem recebe. Jesus determinou como deveríamos proceder, uma vez que o cristão é discreto, e não escandaloso.

“Portanto, orai vós deste modo: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu Nome; venha o teu Reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia nos dá hoje; e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também temos perdoado aos nossos devedores; e não nos deixes entrar em tentação; mas livra-nos do mal. [Porque teu é o Reino e o Poder, e a Glória, para sempre, Amém.] Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai Celestial vos perdoará a vós; se, porém, não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai perdoará vossas ofensas. Quando jejuardes, não vos mostreis contristrados como os hipócritas; porque eles desfiguram os seus rostos, para que os homens vejam que estão jejuando. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa. Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, para não mostrar aos homens que estás jejuando, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.” (Mateus 6:9-17). Nossas orações têm que ser dirigidas ao Pai em Nome do Filho Jesus Cristo, e temos que falar somente com Ele, e não de maneira que as pessoas fiquem ouvindo ou participando. Por várias vezes Jesus estava orando e falando com o pai de maneira suave, discreta e tranquila. Não entendemos como as pessoas entenderam que devem reunir um grupo de pessoas para irem a um determinado monte para orar, porque não existe essa sugestão na Bíblia, muito menos esse mandamento por parte do Senhor. Jesus ia a algum monte orar por falta de privacidade, uma vez que as multidões sempre estavam com Ele. Ele buscava privacidade, por isso subia aos montes sozinho para orar, mas a determinação Dele para nós é que devemos entrar em nossos quartos, fechar a porta e falar com o nosso Pai em secreto. Se somos cristãos, obedecemos a Cristo, e não ficamos criando modismos ou doutrinas estranhas que para nada servem, a não ser nos afastarem do Senhor. “Não ajunteis para vós tesouros na terra; onde a traça e a ferrugem os consomem, e onde os ladrões minam e roubam; mas ajuntai para vós tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem os consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração. A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo teu corpo terá luz; se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes são tais trevas! Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas.” (Mateus 6:19-24).

Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page