top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Chorai e arrependei-vos



“E agora, prestai atenção, vós, os ricos! Chorai e arrependei-vos, porquanto desgraças haverão de cair sobre vós. Vossas riquezas apodreceram, e vossas roupas finas desvaneceram, roídas pela traça. Vosso ouro e vossa prata, todos estão oxidados. E a ferrugem deles testemunhará contra vós e, assim como o fogo, vos devorará a carne. Tendes acumulado bens demais nestes últimos tempos. Eis que o salário dos trabalhadores que ceifaram os vossos campos e que vós, desonestamente, deixastes de pagar está clamando por justiça; e tais clamores chegaram aos ouvidos do Senhor dos Exércitos. Tendes vivido regaladamente sobre a terra, satisfazendo todos os vossos desejos, e tendes comido até vos fartardes, como em dias de festa. Condenais e matais o justo, sem que ele tenha vos oferecido qualquer resistência.” (Tiago 5:1-6)

Muitas vezes as pessoas acreditam que, por alguém ser rico, materialmente falando, por terem posses, dinheiro, são pessoas abençoadas cujos atos são aprovados por Deus. Mas não é essa a verdade, pois encontramos várias vezes as afirmações na Bíblia, onde fica claro que dinheiro, riquezas não são sinais de aprovação do Senhor, mesmo porque com essas coisas do mundo o Senhor não tem compromisso. O próprio Senhor Jesus deixou isso claro inúmeras vezes, e depois o apóstolo Paulo, assim como Tiago, agora vem nos explicando também sobre o mesmo tema. As pessoas, para ficarem ricas, fazem todos os tipos de coisas que são contrárias à Palavra de Deus, pois, por mais honestas que sejam, ainda assim não são perfeitas, sempre poderiam estar pagando o salário melhor para os seus funcionários, e não o fazem. Também quando trabalham muito, se dedicam aos seus negócios, acabam negligenciando a família, e geralmente, quase na totalidade, são idólatras, avarentos, pois amam o dinheiro, e quem assim procede não ama o Senhor, e se não amamos o Senhor, não seremos salvos por Ele. Jesus deixou bem claro que é impossível amar dois senhores, que é impossível amar Deus e o dinheiro, pois, quando ama um, odeia o outro. Poucos querem conhecer essa verdade. Temos que entender que são incompatíveis riqueza e salvação, portanto, vamos analisar bem que tipo de evangelho estamos praticando, ou se estamos preocupados somente com as nossas vidas aqui neste mundo.

“Portanto, meus irmãos, sede pacientes até a vinda do Senhor. Observai como o lavrador aguarda o precioso fruto da terra, esperando com paciência, até que receba as primeiras chuvas de outono e as que encerram a primavera. Sede vós, igualmente, perseverantes. Fortalecei o vosso coração, porquanto a vinda do Senhor está próxima. Irmãos, não vos queixeis uns dos outros, para que não sejais também assim julgados. Eis que o Juiz está às portas! Irmãos, tomai como exemplo de paciência e perseverança a atitude dos profetas, que pregaram em Nome do Senhor, diante do sofrimento. Eis que consideramos bem-aventurados todos quantos demonstraram fé ao atravessar muitas aflições. Tendes ouvido falar a respeito da paciência de Jó e bem sabeis que solução final o Senhor lhe providenciou. Ora, o Senhor é pleno de compaixão e misericórdia. Contudo, meus queridos irmãos; não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, tampouco façais qualquer outro juramento. Seja suficiente a vossa palavra; sendo sim, que seja sim; quando não, não. Procedei assim para não cairdes em condenação.” (Tiago 5;7-12). Devemos compreender que Jesus já está voltando e que logo, logo, tudo aqui será destruído, portanto, não devemos nos preocupar em ajuntar nada aqui, uma vez que será destruído. Não levaremos nada daqui, assim devemos nos preocupar em fazer a vontade de Cristo, para que sejamos dignos de ir viver, morar com Ele por toda a eternidade. Devemos dedicar a nossa vida a viver em conformidade com o Evangelho de Jesus Cristo, nos santificar todos os dias, para que não venhamos a padecer por toda a eternidade. Aqui é somente o lugar de nossa peregrinação, não é a nossa casa, nossa morada, portanto, devemos passar por aqui vivendo de acordo com as leis do Senhor e não as daqui, pois não pertencemos a este mundo. O apóstolo Paulo nos ensina que nenhum soldado se envolve com negócio civil, assim devemos nos contentar em ter o que comer, beber e vestir; tendo um teto sobre as nossas cabeças, estejamos com isto felizes. Não existe uma ordenança de que devemos ter a nossa casa própria, ou ter qualquer outra coisa, e sim que devemos simplesmente peregrinar em direção à vida, pois aqui é lugar de morte, e sofrimentos aqui em nossas vidas são normais e esperados, uma vez que somos estrangeiros, somos inimigos se perseguiram o Nosso Mestre, também seremos aqui, mas em tudo glorificamos o Nome do Senhor. “Está alguém entre vós sofrendo? Faça oração. Há alguém encorajado entre vós? Cante louvores. Algum de vós está doente? Chame os presbíteros da igreja, a fim de que estes orem sobre a pessoa enferma, ungindo-a com óleo em o Nome do Senhor; e a oração, feita com fé, curará o doente, e o Senhor o levantará. E se houver cometido pecados, será perdoado. Portanto, confessai vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros para serdes curados. A súplica de uma pessoa justa é muito poderosa e eficaz. Elias era uma pessoa frágil como nós. Ele orou fervorosamente, rogando para que não chovesse, e não choveu sobre a terra durante três anos e meio. Então, fez outra oração, e os céus derramaram suas chuvas e a terra produziu seus frutos. Queridos irmãos, se algum de vós se desviar da verdade e alguém o reconduzir a ela, lembrai-vos disto: quem ajudar um pecador a se arrepender do seu mau caminho salvará da morte essa alma e contribuirá para o perdão de uma grande multidão de pecados.” (Tiago 5:13-20).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Mais especificamente o Novo Testamento. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino




16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page