top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Chamados a orar




“Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens, pelos reis, e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e sossegada, em toda a piedade e honestidade. Pois isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da Verdade.” (1 Timóteo 2:1-4)

Nós somos chamados a orar, a interceder por todas as autoridades, independentemente do que aquilo que elas estejam fazendo seja do nosso agrado ou não. Mesmo se forem autoridades desonestas, corruptas, maldosas, a nossa função é orar por elas, uma vez que sabemos que elas estão ocupando os cargos porque o Senhor assim permitiu e quis, pois a sua Palavra deixa bem claro que não há autoridade que não seja escolhida por Ele. Também temos que saber que toda rebelião é contra Deus, assim, se nos rebelarmos contra qualquer autoridade ou governo, estamos nos rebelando contra Deus, estamos afirmando que Ele não sabe fazer as coisas, não sabe escolher as pessoas para ocupar os cargos de autoridade. Devemos entender que, se temos uma má autoridade, os culpados somos nós, pois recebemos o que merecemos, e não podemos culpar ninguém, o que devemos fazer é examinar os nossos comportamentos, mudarmos e nos dedicarmos a orar e interceder para que essas pessoas que estão ocupando cargos de autoridade venham a se converter e também abandonar os erros. Não é desejo do Senhor que nenhuma pessoa se perca, mas deseja que todos sejam salvos, quer que cheguem ao conhecimento da Verdade, porque, se desejamos ter uma vida mais tranquila, sem tantos sobressaltos, então que oremos mais pelas autoridades, pois só assim elas poderão mudar e realizar projetos de acordo com a vontade de Deus. Quando percebemos que quem tem que mudar somos nós e não os outros, porque ficamos muito preocupados em acusar as pessoas, mas não nos examinamos, não percebemos que nós que queremos arrotar uma santidade, somos rebeldes. Se começássemos a andar a viver em conformidade com a Palavra de Deus e a orar mais, interceder mais pelas autoridades, as coisas com certeza seriam diferentes.

“Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem, o qual se deu a si mesmo em resgate por todos, para servir de testemunho a seu tempo; para o que (digo a verdade, não minto) eu fui constituído pregador e apóstolo, mestre dos gentios na fé e na verdade. Quero, pois, que os homens orem em todo lugar, levantando mãos santas, sem ira nem contenda. Quero, do mesmo modo, que as mulheres se ataviem com traje decoroso, com modéstia e sobriedade, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos custosos, mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras.” (1 Timóteo 2:5-10). É importante não esquecermos que não existem vários deuses, somente um, o que acontece é que a maioria das pessoas não sabe obedecer-lhe, servi-lo, amá-lo, e Deus é um só, tanto dos bons quanto dos maus. Portanto, se alguém, sendo autoridade ou não, ou melhor, ocupando um cargo de autoridade, se estiver praticando más obras, ou se for uma pessoa simples, temos de saber que temos o mesmo Deus. Portanto, não podemos desejar mal, ou praticar mal a quem quer que seja, pois iremos prestar contas ao Senhor, e lembrem-se: ninguém conhece os planos de Deus para quem quer que seja. Portanto, a melhor forma de fazermos o certo é vivermos em total obediência à Palavra de Deus, pois só assim temos a certeza de estarmos fazendo o que é certo. Não podemos criar novidades, ao contrário à Palavra de Deus, hoje vemos várias mulheres que se autointitulam pastoras, ou denominações que supostamente as unge como pastoras, e não percebem ou fazem de maneira deliberada contra o Senhor, querendo agradar os seres humanos, mesmo sabendo que estão desagradando a Deus. A Palavra de Deus deixa bem claro que não existe a possibilidade de nenhuma mulher ocupar esse cargo, é algo exclusivo para os homens, os seres de sexo masculino, e assim mesmo não os que se fazem pastores, mas somente os que foram chamados pelo Senhor. As mulheres devem procurar servir ao Senhor de maneira decente e ordeira, mas sem se autoproclamar pastoras, e que jamais preguem em culto misto. “A mulher aprenda em silêncio com toda a submissão. Pois não permito que a mulher ensine, nem tenha domínio sobre o homem, mas que esteja em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão; salvar-se-á, todavia, dando à luz filhos, se permanecer com sobriedade na fé, no amor e na santificação.” (1 Timoteo 2:11-15).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page