• Pr. Henrique Lino da Silva

Betesda

“Depois disto havia uma festa entre os judeus, e Jesus subiu a Jerusalém. Ora, em Jerusalém há, próximo à porta das ovelhas, um tanque, chamado em hebreu Betesda, o qual tem cinco alpendres. Nestes jazia grande multidão de enfermos, cegos, mancos e ressicados, esperando o movimento da água. Porquanto um anjo descia em certo tempo ao tanque, e agitava a água; e o primeiro que ali descia, depois do movimento da água, sarava de qualquer enfermidade que tivesse.” (João 5:1-4)

Jesus tinha acabado de curar o filho de um oficial romano somente com uma Palavra, pois, sabendo da fé do oficial, Ele simplesmente tinha dito a ele: “vai que teu filho vive”, e realmente, quando o oficial chegou a sua casa, encontrou o filho curado. Agora Jesus vai a Jerusalém em dia de festa dos judeus – sabemos que Jerusalém era uma cidade murada, tinha várias portas, ou várias entradas e saídas, e cada uma delas com um nome específico. Uma dessas portas tinha o nome de Porta das Ovelhas, e próximo a ela havia um tanque que levava o nome de Betesda. Nele ficava uma grande quantidade pessoas enfermas, possuidoras de várias enfermidades e doenças à espera de um anjo que vinha de tempos em tempos e mexia na água. Todos os que entravam na água após o anjo mexer eram curados imediatamente de qualquer enfermidade que tivessem. Mas tinha que ser o primeiro a entrar na água. “E estava ali um homem que, havia trinta e oito anos, se achava enfermo. E Jesus, vendo este deitado, e sabendo que estava neste estado havia muito tempo, disse-lhe: Queres ficar são?” (João 5:5-6). Jesus sabe de todas as coisas. Ele ali, observando as pessoas, prestou a atenção em um homem que o Senhor sabia que há trinta e oito anos estava enfermo, paralítico, não conseguia andar. Jesus então se aproximou e perguntou se ele queria ficar são, claro que já sabendo a resposta, porque só pelo fato de ele estar naquele lugar deduzimos que estava ali exatamente esperando a sua cura. Mas era necessário ele confessar, dizer o que queria, e Jesus o faz falar o que desejava. “O enfermo respondeu-lhe: Senhor, não tenho homem algum que, quando a água é agitada, me ponha no tanque; mas, enquanto eu vou, desce outro antes de mim.” (João 5:7).Vemos que esse homem responde, mas apresentando queixas, se lamentando, pois diz que quer ser curado, mas que ninguém o ajuda, o socorre, uma vez que ele não podia, não conseguia andar sozinho. Ele precisava de alguém que o colocasse na água assim que o anjo a mexesse. Reclama que, quando consegue se mexer, outra pessoa já entrou na água primeiro e já recebeu a cura. Esse homem, além de reclamar, está à espera de uma ajuda, de um socorro, de maneira natural. Ele não imagina que o Senhor podia agir, curar sem precisar que ele entrasse na água. Assim também somos nós, pois ficamos sempre esperando uma solução, uma resposta do jeito natural, na verdade, chegamos ao ponto de orar pedindo para Deus fazer assim e assado. Não imaginamos que o nosso Deus é o Deus do impossível, que abre caminhos onde não existem, que para Ele tudo é possível, que a maneira de Ele agir não é a mesma nossa. Temos que aprender a confiar no Senhor de maneira completa, saber que a maneira como Ele vai agir nós não sabemos, por isto temos que aprender a nos entregar nas mãos Dele e confiar, e não ficar imaginando como será. Esse enfermo não esperava jamais que receberia a cura sem entrar na água, porque ele acreditava que a única maneira de ficar curado seria se entrasse nela. “Jesus disse- lhe: Levanta-te, toma o teu leito, e anda. Logo aquele homem ficou são; e tomou o seu leito, e andava. E aquele dia era sábado.” (João 5:8-9). O Senhor chega e, após ouvir que o enfermo quer ser curado, manda-lhe pegar o seu leito, sua cama e andar, ir embora. E o enfermo, que lamentava que ninguém o ajudava a entrar na água, acreditou quando o Senhor falou e se levantou na hora, pegou a sua cama e foi embora. Logo percebeu que estava curado sem ter que entrar na água. Por isso, se queremos alguma coisa, não podemos ter medo de confessar o que queremos, o que desejamos, e, quando recebermos a Palavra da fé e ela nos mandar andar, tomar posse, é exatamente o que temos que fazer, temos que confiar, crer no Senhor, porque se esse homem não tivesse acreditado em Jesus, se não tivesse se levantado, não teria recebido a cura. Se esse homem ficasse questionando dizendo que não poderia levantar, pois era paralítico, com certeza não receberia a cura, mas ele ouviu Jesus, ele acreditou em Jesus e se levantou, pegou o seu leito e andou. “Então os judeus disseram àquele que tinha sido curado: É sábado, não te é lícito levar o leito.” (João 5:10).Sempre iremos encontrar os antagonistas, os adversários, os críticos, mas não podemos dar ouvidos a eles, temos que ouvir somente Jesus. Aqui vemos os religiosos que vieram criticá-lo por estar levando, carregando a sua cama em dia de sábado, eles não eram capazes de curar, mas eram capazes de condenar, e esses religiosos sempre os encontraremos, mas não devemos ouvi-los, e sim somente a Jesus Cristo, pois Ele é quem cura a nossa alma, corpo e espírito. “Ele respondeu-lhes: Aquele que me curou, ele próprio disse: Toma o teu leito, e anda.” (João 5:11). Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. Um abraço, Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

0 visualização

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram