top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Autoridade



“Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Deus. Por isso quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação.” (Romanos 13:1-2)

Fico observando algumas pessoas que exercem cargos de liderança em suas denominações, congregações, agirem de maneira totalmente contrária à Palavra de Deus. Dizem ser homens de Deus, ser representantes do Reino, mas falam e ensinam contra o Senhor. Vimos na Pandemia muitos supostos pastores se levantarem contra o isolamento, contra as regras de prevenção nos seus templos, muitos teimaram em abrir as portas dos templos quando havia determinações de as manterem fechadas. Por tal motivo, para a nossa vergonha, vimos templos serem fechados pelas autoridades, além de pastores serem conduzidos a delegacias, sendo que, se eles realmente fossem homens de Deus, como eles afirmam, nada disso teria acontecido, porque eles teriam obedecido e ainda incentivado todos a manterem o distanciamento solicitado. Vemos templos serem fechados, multados por causa do som muito alto em seus templos, e isso só nos serve para mostrar quão desobedientes esses pastores são, quão longe da obediência exigida pelo Evangelho estão. Como a Palavra do Senhor nos mostra, temos que obedecer a todas as autoridades constituídas, afinal, elas estão ocupando os cargos porque o Senhor assim determinou, porque não existe nenhuma autoridade que não tenha a anuência do Senhor. Temos que fazê-los lembrar que a maior Autoridade do mundo é o Senhor, portanto, tudo o que acontece é o Senhor, assim sendo, é somente Ele que permite ou autoriza qualquer coisa. Não importa se é uma autoridade municipal, estadual ou federal, não importa se é um supervisor, gerente, diretor ou presidente da empresa, é obrigação nossa respeitar e obedecer a todos os que exercem cargos de autoridade sobre nós. Não importa se concordamos ou discordamos de qualquer coisa, o que temos que fazer é obedecer. Não podemos falar que somos cristãos, que praticamos o Evangelho se vivemos em desobediência aos seus mandamentos, porque foi Ele quem colocou autoridade sobre nós, e não podemos esquecer que temos as autoridades que merecemos, e não as que queremos.

“Porque os magistrados não são motivo de temor para os que fazem o bem, mas para os que fazem o mal. Queres tu, pois, não temer a autoridade? Faze o bem, e terás louvor dela; porquanto ela é ministro de Deus para teu bem. Mas, se fizeres o mal, teme, pois não traz debalde a espada; porque é ministro de Deus, e vingador em ira contra aquele que pratica o mal.” (Romanos 13:3-4). Também vimos e vemos as pessoas que se dizem cristãs se levantarem contra os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), e partidos políticos que se dizem cristãos se levantarem e chegarem ao ponto de falarem em fechar, destituir os ministros, como se isso fosse possível. Não entenderam que eles estão agindo a mando e com a permissão do Senhor, mas, se eles errarem, então prestarão contas ao Senhor, e não a nós. Não podemos ir contra a mais alta corte do país porque eles não estão apoiando as nossas ideias, não estão despachando de acordo com o que achamos que está certo. Devemos ser obedientes a Deus, e isso inclui respeitar e obedecer a todas as autoridades aqui na terra. As decisões judiciais não existem para as questionarmos, mas, se estamos envolvidos, achamos que temos direitos e a própria justiça autoriza, então recorremos a instâncias superiores de maneira legal, mas sem nos rebelar ou ofender qualquer magistrado, pois, mesmo eles não sabendo, são servos do Senhor. Se vivermos de forma honesta, digna, se vivermos como servos do Senhor, se vivermos na prática do Evangelho, não temos por que nos preocupar ou temer qualquer que seja a autoridade. “Pelo que é necessário que lhe estejais sujeitos, não somente por causa da ira, mas também por causa da consciência. Por esta razão também pagais tributo; porque são ministros de Deus, para atenderem a isso mesmo. Daí a cada um o que lhe é devido: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra.” (Romanos 13:5-7).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Imitadores

Comments


bottom of page