top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Até hoje aguardando



“Está bem; pela sua incredulidade foram quebrados, e tu pela tua fé estás firme. Não te ensoberbeças, mas teme; porque, se Deus não poupou os ramos naturais, não te poupará a ti. Considera, pois, a bondade e a severidade de Deus: para com os que caíram, severidade; para contigo, a bondade de Deus, se permaneceres nessa bondade; do contrário também tu serás cortado. E ainda eles, se não permanecerem na incredulidade, serão enxertados; porque poderoso é Deus para os enxertar novamente. Pois se tu foste cortado do natural zambujeiro, e contra a natureza enxertado em oliveira legítima, quanto mais não serão enxertados na sua própria oliveira esses que são ramos naturais! Porque não quero, irmãos, que ignoreis este mistério (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado; e assim todo o Israel será salvo, como está escrito: Virá de Sião o Libertador, e desviará de Jacó as impiedades; e este será o meu pacto com eles, quando eu tirar os seus pecados.” (Romanos 11:22)

Sabemos que Israel, ou seja, os israelitas foram chamados, escolhidos para serem salvos, mas, infelizmente, a maioria deles abriu mão dessa salvação em prol de viver uma vida religiosa. O povo judeu foi escolhido para serem salvos, mas não entenderam a salvação e preferiram viver convenientemente em Moisés, ou seja, em uma prática de uma lei que se cumpriu totalmente em Cristo. Mas a Palavra de Deus se cumpre totalmente, Deus não muda a sua Palavra, vemos lá em Apocalipse, quando o Senhor afirma que cento e quarenta e quatro mil serão salvos. Vemos que os judeus não aceitaram Jesus, e muitos deles ainda não o aceitam, na verdade, os ortodoxos não o aceitam, e foram eles que exigiram a prisão, crucificação e morte de Jesus. Temos que entender que aquelas pessoas, nação, tinham sido chamadas para serem salvas e recusaram esse chamado. O Senhor não tolerou, e os que não aceitaram Jesus e preferiram Moisés vão padecer por toda a eternidade. Imaginem então nós, que não éramos filhos naturais como eles, mas que pela rejeição deles fomos alcançados, se também formos rebeldes, com certeza iremos padecer. Não podemos nos ensoberbecer achando que somos melhores do que eles, pois somos salvos pela Graça do Senhor, e não por mérito nosso.

“Quanto ao Evangelho, eles na verdade, são inimigos por causa de vós; mas, quanto à eleição, amados por causa dos pais. Porque os dons e a vocação de Deus são irretratáveis. Pois, assim como vós outrora fostes desobedientes a Deus, mas agora alcançastes misericórdia pela desobediência deles, assim também estes agora foram desobedientes, para também alcançarem misericórdia pela misericórdia a vós demonstrada. Porque Deus encerrou a todos debaixo da desobediência, a fim de usar de misericórdia para com todos.” (Romanos 11:28-32). Os judeus, na sua maioria, são desobedientes à Palavra de Deus, ao Evangelho de Jesus Cristo, pois eles não aceitam Jesus como o Messias, o Filho de Deus, o Salvador, e vivem até hoje aguardando outro Messias. Não perceberam que Ele já está voltando pela segunda vez. Mas Deus fez a Promessa de salvação não a esses que hoje vivem, mas aos antepassados deles, tais como Abrão, Isaque e Jacó, e como a Promessa de Deus não se quebra e não se anula, Ele disse que cento e quarenta e quatro mil serão salvos. Por isto temos que entender que somos salvos pela Graça, e se não vivermos segundo o Evangelho, com certeza seremos derrotados, enviados para um lugar de dor e sofrimento. Antes fomos desobedientes, mas fomos alcançados, portanto, devemos vigiar e perseverar sempre para que a Palavra do Senhor se cumpra em nossas vidas. Temos o dever de sermos crentes legítimos, verdadeiros o tempo todo, viver o Evangelho de Jesus Cristo, e não viver empolgação, e sim a Verdade, para que não sejamos derrotados. O segredo de tudo é sempre perseverar no Senhor, vivermos pela fé, pois sem fé é impossível agradar a Deus. Não podemos nos esquecer de que Moisés ou qualquer santo, ou entidade, não salva, a Salvação está somente em Jesus Cristo, o Filho de Deus. “Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos! Pois, quem jamais conheceu a mente do Senhor? ou quem se fez seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a Ele, para que lhe seja recompensado? Porque Dele, e por Ele, e para Ele, são todas as coisas; Glória, pois, a Ele eternamente. Amém.” (Romanos 11:33-36).

Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page