top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Aparecer



“Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a direita; para que a tua esmola fique em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. E, quando orardes, não sejais como os hipócritas; pois gostam de orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa. Mas tu, quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará diante dos homens. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque pensam que pelo seu muito falar serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes. Portanto, orai vós deste modo: Pai nosso que estás nos Céus, santificado seja o teu Nome; venha o teu Reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia nos dá hoje; e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também temos perdoado aos nossos devedores; e não nos deixes entrar em tentação; mas livra-nos do mal. [porque teu é o Reino e o Poder, e a Glória, para sempre, Amém.]” (Mateus 6:3-13)

As pessoas devem aprender a ser piedosas, caridosas, e quando ajudar alguém, socorrer ou fazer alguma caridade, não têm que ficar divulgando, mostrando, e sim tendo consciência de que quem deveria ver esse ato já viu, que é o nosso Deus. Infelizmente, hoje em dia, as pessoas não estão ajudando ninguém por amor ou caridade, mas sim para aparecer, pois fazem questão de filmar, gravar, tirar fotos de qualquer coisa que fazem, para aparecerem nas redes sociais como benfeitores(as). Na verdade, com essa atitude, elas fazem mais mal do que bem, pois, além de humilhar quem está recebendo alguma coisa, elas também estão pecando diante do Senhor, e os pecadores não herdarão o Reino de Deus. É nosso dever ajudar e socorrer as pessoas que precisam sempre que pudermos, mas também é nossa obrigação não divulgarmos isso, e sim guardar segredo, pois não interessa a ninguém, e não devemos buscar galardão aqui. Temos também que aprender a orar para nós, e não ficarmos fazendo longas e prolongadas orações para que as pessoas vejam e nos achem mais espirituais do que realmente somos. Jesus mandou-nos entrar em nosso quarto, fechar a porta e falar com o nosso Pai, que vê em secreto e no secreto nos responderá, e não temos que ficar repetindo, pois Ele nos deu uma base para orar como nos ensina no Pai Nosso.

“Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai Celestial vos perdoará a vós; se, porém, não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai perdoará vossas ofensas. Quando jejuardes, não vos mostreis contristrados como os hipócritas; porque eles desfiguram os seus rostos, para que os homens vejam que estão jejuando. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa. Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, para não mostrar aos homens que estás jejuando, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. Não ajunteis para vós tesouros na terra; onde a traça e a ferrugem os consomem, e onde os ladrões minam e roubam; mas ajuntai para vós tesouros no Céu, onde nem a traça nem a ferrugem os consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração.” (Mateus 6:14-21). É fundamental sempre orarmos de acordo com a Palavra, portanto, como Jesus nos ensina, dando uma noção de como devem ser as nossas orações atreladas às nossas ações. Por exemplo, se estivermos orando, mas com os nossos corações cheios de mágoas, ressentimentos, ódios, com certeza nossas orações não serão ouvidas, e mais: quando partirmos, iremos para o inferno. Da mesma maneira como pronunciamos, é necessário perdoar o próximo para que o nosso Pai nos perdoe, pois Ele disse que, para sermos perdoados, é necessário perdoarmos. Não adianta fazermos jejuns, propósitos, dar ofertas, se estivermos retendo perdão, e quando fizermos jejum, que o único propósito seja para a nossa santificação, e não para alcançar alguma bênção, como muitos querem crer. Quando fizermos jejum para enfraquecer, quebrar a nossa carne e procurar nos fortalecer espiritualmente, não devemos falar nada com ninguém e nem demonstrar o que estamos fazendo, pois somente o Senhor nosso Deus é quem deve saber das nossas intenções. Como cristãos, não devemos ficar preocupados com bens materiais, e sim procurar guardar nosso tesouro no Céu, e isso fazemos quando nos submetemos ao Senhor. Quando vivemos em conformidade com a sua vontade, quando praticamos a sua Palavra, o Evangelho, sabemos que aqui Ele cuida de nós, e como aqui não é a nossa casa definitiva, não nos preocupemos em viver bem aqui, e sim em investir no futuro, e o nosso futuro é com o Senhor. “A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo teu corpo terá luz; se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes são tais trevas! Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas.” (Mateus 6:22-24).

Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page