• Pr. Henrique Lino da Silva

AOS QUE ACREDITAM


“Jesus dizia, pois, aos judeus que criam Nele: Se vós permanecerdes na minha Palavra,verdadeiramente sereis meus discípulos; E conhecereis a Verdade, e a Verdade vos libertará. (João 8:31)

          Jesus falava aos que acreditavam Nele, e não a todos, como muitos imaginam. Ele se dirigia aos que criam Nele. Temos por hábito tentar evangelizar as pessoas trazendo-lhes afirmações bíblicas, dizendo-lhes que aquilo é o que Jesus quer que elas saibam. Mas, antes de fazermos isso, temos que examinar para ver se é uma Palavra para os incrédulos ou para os que creem Nele, porque para as pessoas que não acreditam no Senhor, para os ateus, para os incrédulos não temos tempo a perder com eles, porque, como não acreditam em Jesus, com certeza não acreditarão em quaisquer afirmações que façamos em Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém). Vejo pessoas tentando convencer outras a acreditarem em Jesus, mas não temos que convencer ninguém, temos somente que falar a verdade, e os que creem virão a nós, os outros que permaneçam onde e como estão, pois não têm parte no Ministério de Jesus, não foram chamados, não foram escolhidos, ou pelo menos não é o tempo e a hora deles. Jesus avisa que, se permanecerem em sua Palavra, em seu Evangelho, serão os discípulos verdadeiros Dele, mas isto somente os que creem, porque quem não acredita não vai querer seguir alguém em quem eles não acreditam. Jesus afirma que os que creem, os que obedecem à sua Palavra, os que vivem segundo o seu Evangelho, se assim permanecerem, serão os discípulos Dele, serão os aprendizes de Jesus Cristo. Esses que acreditam, os que seguem, os que vivem de acordo com o Evangelho de Jesus Cristo irão conhecer a Verdade, e por ela serão libertos, mesmo porque a Verdade é Jesus, porque Ele mesmo afirmou: “Eu Sou o Caminho, e a Verdade e a Vida, e ninguém vem ao Pai senão por mim”. Jesus está afirmando que Ele libertará todos os que acreditam Nele, que vivem de acordo com a sua Palavra, esses são os seus discípulos. Portanto, sabemos que aqueles que realmente acreditam em Jesus são os praticantes da sua Palavra e não todos os que citam o seu Nome. Aprendemos com Ele que a única maneira de demonstrarmos o nosso amor para com Ele é pela obediência, é vivendo os seus preceitos. Seremos libertos de sofrimentos, de dores, de tristeza e de toda carnalidade se estivermos vivendo Nele, porque Ele nos libertará.

 “Responderam-lhe: Somos descendência de Abraão, e nunca servimos a ninguém; como dizes tu: Sereis livres? Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado. Ora o servo não fica para sempre em casa; o Filho fica para sempre. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.” (João 8:33-36). Quando Jesus fala de libertação, de liberdade, de ser livre do jugo do pecado, das amarras do satanás, os que são somente religiosos contestam de maneira física, carnal. Eles lembram que são descendentes de Abraão, mas essa descendência de que eles falam é humana, sim, eles são descendentes de Abraão, mas não têm a fé que ele teve. Assim também quando dizemos às pessoas que elas precisam ser libertas, elas acham ruim, pois não acreditam que estejam presas, mas não percebem que estão presas, amarradas ao pecado, à desobediência, à rebelião contra Deus, e isso as levará infalivelmente à destruição total e eterna. Jesus é o único que pode nos libertar, nenhuma religião, seita ou ritual, e muito menos qualquer sacrifício pode alguma coisa. Todos os que vivem em pecado são servos do pecado, são escravizados pelo pecado que os conduzirá ao sofrimento, à desonra e morte eterna. Jesus agora torna a repetir afirmando que se o Filho de Deus, neste caso Ele, os libertar, eles serão realmente livres, porque o único que pode nos libertar é Jesus, e quando Ele liberta, a libertação é real e verdadeira, e a pessoa não volta mais à prisão do pecado. Temos que buscar a nossa filiação no Pai, e a única maneira de sermos reconhecidos como filhos de Deus é se realmente formos obedientes a Jesus, e assim Ele que nos conduzirá ao Pai e seremos filhos de Deus e coirmãos de Jesus, e deixamos de ser somente criatura, feitura Dele. “Bem sei que sois descendência de Abraão; contudo, procurais matar-me, porque a minha Palavra não entra em vós. Eu falo do que vi junto de meu Pai, e vós fazeis o que também vistes junto de vosso pai. Responderam, e disseram-lhe: Nosso pai é Abraão. Jesus disse-lhes: Se fôsseis filhos de Abraão, faríeis as obras de Abraão.” (João 8:37-39). Os religiosos, os fariseus afirmavam que eram descendentes de Abrão, como de fato eram, mas descendência física, e não espiritual, pois eles não tinham as mesmas práticas do patriarca. Se eles fossem descendentes espirituais, eles conheceriam Jesus, o amariam e acreditariam Nele, mas eles eram simplesmente materialistas, eram religiosos somente. Eles não aceitavam a Palavra, as ordenanças de Jesus, e por isso Jesus deixa claro que o pai deles é outro e mostrará que pelas ações deles são simplesmente filhos do diabo. “Mas agora procurais matar-me, a mim, homem que vos tem dito a verdade que de Deus tem ouvido; Abraão não fez isto. Vós fazeis as obras de vosso pai. Disseram-lhe, pois: Nós não somos nascidos de fornicação; temos um Pai, que é Deus. Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas Ele me enviou. Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha Palavra. Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira. Mas, porque vos digo a verdade, não me credes. Quem dentre vós me convence de pecado? E se vos digo a verdade, por que não credes? Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus.” (João 8:40-47).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

0 visualização

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram