top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

A religião verdadeira




“Paulo, chamado para ser apóstolo de Jesus Cristo pela vontade de Deus, e o irmão Sóstenes, à igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados para serem santos, com todos os que em todo lugar invocam o Nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso: Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. Sempre dou graças a Deus por vós, pela Graça de Deus que vos foi dada em Cristo Jesus; porque em tudo fostes enriquecidos Nele, em toda Palavra e em todo o conhecimento, assim como o testemunho de Cristo foi confirmado entre vós; de maneira que nenhum dom vos falta, enquanto aguardais a manifestação de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual também vos confirmará até o fim, para serdes irrepreensíveis no dia de nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados para a comunhão de seu Filho Jesus Cristo nosso Senhor. Rogo-vos, irmãos, em Nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que sejais concordes no falar, e que não haja dissensões entre vós; antes sejais unidos no mesmo pensamento e no mesmo parecer.” (1 Coríntios 1:1-10)

Infelizmente, vemos hoje muitas religiões e seitas que citam o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém) de maneira indevida, e a maioria faz isso por ignorância ou total desrespeito. Mas, se desejamos ser realmente seguidores de Cristo, se queremos praticar a religião verdadeira, então temos que estudar o Senhor Jesus sabendo que Ele é o Verbo, é a Palavra, é o Evangelho, portanto, devemos estudar longamente a Bíblia, principalmente o Novo Testamento, pois é nele que vivemos e encontramos os mandamentos e ordenanças para nossas vidas diárias. Não podemos simplesmente seguir este ou aquele líder, pregador, sem verificar se ele realmente está nos apresentando Cristo, pois a função de todas as congregações é apresentar Cristo, a função do pastor ou líder é apresentar Cristo, é ensinar sobre Ele. Quando nos deixamos ser guiados por emoções e temos orgulho de nos identificar como sendo desta ou daquela denominação, é porque estamos longe de Cristo. Se somos seguidores de Cristo, devemos nos identificar como tal e não por fazer parte desta ou daquela denominação. Nossa obrigação enquanto cristãos, que quer dizer seguidores de Cristo, é procurar imitá-lo e viver exatamente como Ele diz que temos de viver, e não de outra forma. Devemos sempre verificar se realmente estamos sendo fiéis, pois os infiéis irão padecer por toda a eternidade, e quem vai enviá-los é o próprio Senhor Jesus.

“Pois a respeito de vós, irmãos meus, fui informado pelos da família de Cloé que há contendas entre vós. Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo; ou, Eu de Apolo; ou Eu sou de Cefas; ou, Eu de Cristo. Será que Cristo está dividido? foi Paulo crucificado por amor de vós? ou fostes vós batizados em nome de Paulo? Dou graças a Deus que a nenhum de vós batizei, senão a Crispo e a Gaio; para que ninguém diga que fostes batizados em meu nome. É verdade, batizei também a família de Estéfanas, além destes, não sei se batizei algum outro. Porque Cristo não me enviou para batizar, mas para pregar o Evangelho; não em sabedoria de palavras, para não se tornar vã a cruz de Cristo. Porque a Palavra da cruz é deveras loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o Poder de Deus.” (1 Coríntios 1:11-18). Sinceramente, fico observando como no meio denominado evangélico, gospel, são poucos, mas muito poucos os seguidores de Cristo, pois eles fazem questão de seguir as doutrinas de suas denominações, e não o Evangelho. Podemos mostrar na Bíblia o erro que estão cometendo, vivendo, mas eles teimam em continuar no erro, porque os pregadores atuais deles, usados pelo adversário das nossas almas, fizeram uma espécie de lavagem cerebral neles para os manter aprisionados. Eles desprezam o Evangelho para seguirem doutrinas e determinações desses líderes, que têm a preocupação de usá-los como mercadoria, porque o intuito deles é arrancar o máximo possível de recursos financeiros dessas pessoas. Eles são especialistas em pregar emoções, mentiras, distorcerem a Verdade para iludirem as pessoas prometendo-lhes o que o Senhor jamais prometeu, e muitas vezes até condenou o que os pregadores modernos estão prometendo e dizendo que as pessoas irão receber. O Evangelho legítimo, como deve ser pregado, ensinado e vivido, é loucura para o mundo, pois as pessoas não querem aceitá-lo, porque temos que perder para ganhar, morrer para viver, e isso não é agradável à carne. Assim, os pregadores dessas denominações – que crescem de maneira espantosa a cada dia – se especializam em conduzir o povo pelo caminho contrário. “Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, e aniquilarei a sabedoria dos entendidos. Onde está o sábio? Onde o escriba? Onde o questionador deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo? Visto como na sabedoria de Deus o mundo pela sua sabedoria não conheceu a Deus, aprouve a Deus salvar pela loucura da pregação os que creem. Pois, enquanto os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria, nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos, mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, lhes pregamos a Cristo, poder de Deus, e sabedoria de Deus. Porque a loucura de Deus é mais sábia que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte que os homens.” (1 Coríntios 1:19-25).

Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Imitadores

Comments


bottom of page