• Pr. Henrique Lino da Silva

A oração

“Jesus falou assim e, levantando seus olhos ao céu, e disse: Pai, é chegada a hora; glorifica a teu Filho, para que também o teu Filho te glorifique a ti; Assim como lhe deste poder sobre toda a carne, para que dê a vida eterna a todos quantos lhe deste.” (João 17:1-2)

A maioria das pessoas não sabe orar, e muitas vezes, mesmo as que se identificam como crentes, evangélicas, fazem umas repetições estranhas que nada têm a ver com oração. Sabemos que isso vem das tradições católicas, em que ensinam e exigem que as pessoas repitam várias vezes o Pai Nosso, ou a Ave Maria, Salve Rainha, e por aí afora. Devemos atentar para a Bíblia, para o Evangelho, para como ele nos ensina a orar, e saber exatamente o que é uma oração, porque Jesus deixou bem claro que não podemos ficar fazendo vãs repetições, como os católicos fazem. Temos de saber que a oração é um diálogo, uma conversa entre um filho ou uma filha de maneira respeitosa dirigindo-se ao seu Pai Amado, e sempre fazendo isto em Nome de Jesus. Todas as nossas orações fazemos a Deus em Nome de Jesus, não fazemos diretamente a Jesus e nem ao Espírito Santo, mesmo porque em nenhum momento a Bíblia diz ou manda que façamos orações diretamente ao Espírito Santo. Sempre devemos iniciar a oração pedindo perdão, porque sabemos que somos falhos e pecadores, constantemente estamos pecando, e para nos aproximar do Senhor é necessário nos limpar, e o nosso Pai é tão maravilhoso que Ele mesmo nos limpa. Pedimos perdão quando arrependidos, e na mesma hora Ele nos perdoa, e então podemos ir a Ele e apresentar o nosso louvor, os nossos agradecimentos e pedidos. Vemos que Jesus, nessa oração, Ele ergue os olhos em direção ao Pai, pois sabemos que Ele se encontra no Céu. Ele pede que a Promessa de Deus seja cumprida em sua vida, pois sabia que já estava chegando o momento em que seria preso e morreria pela humanidade, pelos nossos pecados. Ele sabia da Promessa de Deus Pai de ressuscitá-lo, e Ele receberia Todo Poder e Reinaria para sempre. Lembra que Deus Pai tinha prometido através Dele dar vida eterna a todos os que lhe seguissem, a todos os que fossem praticantes do seu Evangelho, porque sabemos que somente vêm a Jesus os que o Pai concede, os que realmente são chamados. Assim Jesus mostra que está concluindo a missão que recebeu, pois sabe que o final se aproxima, e isso Ele compartilha com o Pai. “E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” (João 17:3). Jesus ainda lembra que vida eterna é as pessoas conhecerem somente Deus Pai como Deus, e a Ele, que foi enviado por Deus para salvar a humanidade, para nos libertar, para nos curar da grande enfermidade que é o pecado. Jesus deixa claro que, para sermos salvos, é necessário sabermos, conhecermos somente Deus Pai e Ele, e não nenhum outro santo, santa, ou deuses de qualquer coisa, porque todos os que, mesmo falando que amam Deus, também amarem outras coisas, entidades ou imagens, não serão salvos. Veja a oração de Jesus, como Ele fala e lembra ao Pai da Palavra. Jesus orou na Palavra, pois Ele falou somente o que Deus Pai já lhe tinha falado e revelado pela Palavra. Portanto, devemos atentar para, quando nos dirigirmos ao Senhor, sempre orarmos de acordo com a Palavra; sempre, ao fazermos qualquer pedido ou solicitação, primeiro saber se realmente está de acordo com a Palavra, porque, se não tiver, na verdade estamos pecando, pois estamos sendo hipócritas e mentirosos, e mostramos que não conhecemos o Senhor, porque Deus só tem compromisso com a sua Palavra. “Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer. E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela Glória que tinha contigo antes que o mundo existisse.” (João 17:4-5). Jesus então lembra que como consumou, realizou, concluiu a obra que o Pai tinha determinado para Ele, então pede que seja dada a Ele a Glória que tinha antes de vir ao mundo em carne. Portanto, vemos que esse diálogo com o Pai é simplesmente falando da Palavra e da Promessa de Deus, Ele não faz nenhum pedido diferente e nem traz outro assunto à baila que não seja o essencial. Vejo pessoas se dirigirem a Deus de várias maneiras, e muitas delas ofensivas, muitos querem chamá-lo de paizinho, ou de outras maneiras, e não entendem que Ele é Pai, mas é o Deus Todo Poderoso, e, portanto, devemos nos dirigir a Ele com respeito e sempre de acordo com a sua Palavra. Não podemos pedir nada ao Senhor que Ele não tenha nos revelado, mostrado na Palavra ou que tenha prometido. Assim, quando vemos as pessoas pedindo por dinheiro, prosperidade e felicidade aqui, sabemos que estão fazendo orações tolas, pois o Senhor em nenhum momento se comprometeu com isto. “Manifestei o teu Nome aos homens que do mundo me deste; eram teus, e tu mos deste, e guardaram a tua Palavra. Agora já têm conhecido que tudo quanto me deste provém de ti; Porque lhes dei as palavras que tu me deste; e eles as receberam, e têm verdadeiramente conhecido que saí de ti, e creram que me enviaste.”(João 17:6-8). Jesus fala ao Pai que Ele cumpriu a missão que lhe tinha sido determinada, pois Ele tinha pregado, apresentado o Evangelho que Deus Pai tinha lhe passado para que Ele o desse ao mundo, que Ele apresentasse as pessoas que Deus Pai tinha lhe dado, porque as pessoas que são verdadeiramente convertidas são as que Deus chamou e escolheu, e são somente por essas que Jesus intercede, porque Ele não intercede por todas as pessoas e nem pelo mundo. “Eu rogo por eles; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus. E todas as minhas coisas são tuas, e as tuas coisas são minhas; e neles sou glorificado.” (João 17:9-10). Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. Um abraço, Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

0 visualização

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram