top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Cego



“Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que conosco alcançaram fé igualmente preciosa na Justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas no pleno conhecimento de Deus e de Jesus nosso Senhor; visto como o seu Divino Poder nos tem dado tudo o que diz respeito à vida e à piedade, pelo pleno conhecimento daquele que nos chamou por sua própria Glória e Virtude; pelas quais Ele nos tem dado as suas preciosas e grandíssimas promessas, para que por elas vos torneis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo. E por isso mesmo vós, empregando toda a diligência, acrescentai à vossa fé a virtude, e à virtude a ciência, e à ciência o domínio próprio, e ao domínio próprio a perseverança, e à perseverança a piedade, e à piedade a fraternidade, e à fraternidade o amor. Porque, se em vós houver e abundarem estas coisas, elas não vos deixarão ociosos nem infrutíferos no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo.” (2 Pedro 1:1-8)

O apóstolo Pedro saúda e, ao mesmo tempo, faz uma curta oração expressando o desejo de que a Graça e a paz nos sejam multiplicadas, mas no conhecimento do Nosso Senhor Jesus Cristo, porque bem sabemos que é necessário buscarmos conhecer cada vez mais o Nosso Senhor Jesus Cristo para que possamos viver em obediência e temor a Ele. Também Pedro nos lembra que o Senhor já nos deu tudo através do seu Poder, para que possamos conhecê-lo e receber as suas maravilhosas promessas e assim colocarmos em prática a sua Palavra. Por isso, todos nós que declaramos que o Senhor Jesus Cristo é o nosso Mestre devemos procurar nos aprofundar em conhecê-lo, para que não sejamos achados na mentira, porque, se não formos perseverantes em viver o Evangelho, com certeza nós somos uma fraude, pois falamos uma coisa e fazemos outra. Devemos conhecer com profundidade o Senhor para que possamos representá-lo aqui, uma vez que é obrigação de todos os cristãos representarem o Senhor aqui neste mundo que jaz no maligno, e para isto é necessário conhecer quem é o representado e vivermos exatamente como Ele.

“Pois aquele em quem não há estas coisas é cego, vendo somente o que está perto, havendo-se esquecido da purificação dos seus antigos pecados. Portanto, irmãos, procurai mais diligentemente fazer firme a vossa vocação e eleição; porque, fazendo isto, nunca jamais tropeçareis. Porque assim vos será amplamente concedida a entrada no Reino eterno do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Pelo que estarei sempre pronto para vos lembrar estas coisas, ainda que as saibais, e estejais confirmados na verdade que já está convosco. E tendo por justo, enquanto ainda estou neste tabernáculo, despertar-vos com admoestações, sabendo que brevemente hei de deixar este meu tabernáculo, assim como nosso Senhor Jesus Cristo já me revelou. Mas procurarei diligentemente que também em toda ocasião depois da minha morte tenhais lembrança destas coisas. Porque não seguimos fábulas engenhosas quando vos fizemos conhecer o Poder e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, pois nós fôramos testemunhas oculares da sua majestade.” (2 Pedro 1:9-16) Não basta falarmos que somos crentes, evangélicos se não estivermos perseverando em praticar as ordenanças do Senhor, e, para as praticarmos, precisamos conhecê-las bem, por isto sempre exorto todos a meditarem em suas Bíblias. Quando não agimos desta maneira, somos somente hipócritas, religiosos e mentirosos, e assim a verdade não está em nós, e a Verdade é Jesus. Sempre faço lembrar que ser cristão não é frequentar uma congregação qualquer que leva o nome de evangélica, e sim viver em Jesus, e como Jesus é o próprio Evangelho, os cristãos verdadeiros têm simplesmente que colocá-lo em prática, e não podem acrescentar nada e nem tirar, eles têm que ser fiéis àquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa Luz. Hoje qualquer pessoa que tenha um mínimo de conhecimento sabe que não vivemos na lei, Vivemos na Graça, vivemos em Jesus, e não em Moisés, vivemos no Novo Testamento, por isto não temos que ficar tentando trazer ensinamentos baseados nos ensinos de Moisés. Não ficamos prometendo o mesmo que aconteceu com as pessoas no Antigo Testamento, como muitos fazem. Temos que saber que o que aconteceu com Davi, Salomão, José e outros jamais irá nos acontecer, e que hoje vivemos em Cristo, e buscamos realizações espirituais, buscamos viver eternamente em Cristo, e não confortavelmente aqui. “Porquanto Ele recebeu de Deus Pai Honra e Glória, quando pela Glória Magnífica lhe foi dirigida a seguinte voz: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; e essa voz, dirigida do céu, ouvimo-la nós mesmos, estando com Ele no monte santo. E temos ainda mais firme a Palavra profética à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma candeia que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça e a estrela da alva surja em vossos corações; sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade dos homens, mas os homens da parte de Deus falaram movidos pelo Espírito Santo.” (2 Pedro 1:17-21).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page