• Pr. Henrique Lino da Silva

Paz



Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco! Assim como o Pai me enviou, também eu vos envio vós. (João 20:21)

Olha que maravilha a insistência de Jesus em nos dar a paz; vemos que Ele disse outra vez, ou seja, já tinha dito antes, já tinha entregado a paz antes, e no mesmo instante, nos dá o mandamento, nos envia a também a dar a sua paz. Assim como Deus o enviou para nos trazer e mostrar o que é a paz. Ele também nos comissiona para levarmos a paz; mas para levarmos a paz, não é somente a abrir a boca e saudar, cumprimentar as pessoas com a paz do Senhor, é muito mais do que isto, é agir em paz, trazer estampado em nossas feições, nosso caráter, nossas atitudes, a paz verdadeira. “E, havendo dito isso, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo” (João 20:22). Jesus, primeiro nos entregou a paz, claro, é opção nossa aceitá-la ou rejeitá-la, mas se a recebermos, concordarmos com Ele, e praticarmos o mandamento para levarmos esta paz, também receberemos o Espírito Santo, pois o Espírito de Deus é de paz, é obediência, e portanto, teremos paz se praticarmos a paz, e assim procedendo, teremos o Espírito de Deus em nós.

“Aqueles a quem perdoardes os pecados, lhes são perdoados; e, aqueles a quem os retiverdes, lhes são retidos” (João 20:23). Aqui vemos alguns ensinamentos para desfrutarmos de paz, cuja base é o perdão, pois quando perdoamos, também recebemos o perdão de Deus, mas se não conseguimos perdoar, não teremos nem o perdão, nem a paz do Senhor em nossas vidas, e consequentemente, estamos impedidos de receber o Espírito Santo, o Espírito de amor, de paz e alegria. A oração que Jesus nos ensinou, o Pai Nosso, é fundamentada no perdão, que gostamos de repetir, pois se praticarmos, desfrutaremos e levaremos a paz. “Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando Jesus veio” (João 20:24). Muitas das vezes, por estarmos ausente, por não participarmos de um milagre, por não estarmos presente quando algo aconteceu, não pode ser motivo de descrença, porque assim como aconteceu com um dos discípulos do Senhor, que foi motivo de repreensão por parte do Senhor, pela dúvida e desconfiança, também pode ser na nossa vida o impedimento para desfrutarmos de paz, porque se temos paz com todos, temos fé, e cremos no impossível, cremos em Jesus.

“Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei” (João 20:25). Um incrédulo tira a paz, e a dúvida impede as bênçãos, e muitas das vezes, as pessoas recebem orações e uma palavra de cura, mas como não vêem a cura acontecer instantaneamente, não crêem e não recebem a paz, portanto, a incredulidade traz desconfiança, irritação e principalmente afronta ao Senhor. “E, oito dias depois, estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles, Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco!”(João 20:26). Jesus aguarda todos estarem reunidos e apresenta- se no meio deles, e novamente entrega a paz, porque a paz tinha sido quebrada com a incredulidade de um deles, e mesmo a porta fechada, Jesus insiste e nos dar a paz, pois é a nossa vitória que tenhamos paz com todos.“Depois, disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo e vê as minhas mãos; chega a tua mão e põe-na no meu lado; não sejas incrédulo, mas CRENTE” (João 20:27).

Leiam e pratiquem a Bíblia.

Que Deus os abençoe. Um abraço,

Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo