Artigos


  • Novo telefone 4020-9729

    Não é necessário acrescentar DDD para ligações nacionais à distância

  • Envie Seu Testemunho

    Envie seu testemunho para ser colocado em nosso portal, com certeza irá edificar muitas vidas.

  • Pr. Henrique Lino Ao Vivo

    Mensagens fé e ousadia de segunda à sexta às 07h da manhã. Clique aqui!

  • Casamento

    Deus tem compromisso com o casamento, busque ajuda!

  • Cadastre e Receba nossas Mensagens

    Fique por dentro de tudo que acontece no meio cristão e ainda receba estudos, palavras e muito mais todos os dias gratuitamente em seu e-mail.

  • Pergunte ao Pastor

    Esclareça suas dúvidas, deixe sua pergunta para o pastor

  • Comentários: 3
  • 30 November 2017 14:24
  • em Testemunhos de Casamentos Restaurados
  • por portal
  • Visitas: 1976
  • Última modificação: 30 November 2017 14:28
  • (Classificação atual 0.0/5 Estrelas) Total de votos: 0

Testemunho de ´Érica

5 2
Testemunho de restauração
 
https://www.youtube.com/watch?v=BCQR8EN3pDc
Erika Caldas Santos
E-mail:  erika@colmeiasis.com.br
Litoral Paulista- SP
Tel.  13- 99xxxx606
 
            A paz do Senhor.... É com muita alegria que venho aqui testemunhar a bondade e a fidelidade do Senhor. Meu nome é Erika. Casei-me com Eduardo no ano de 2011. Na época nós dois congregávamos em uma pequena igreja e participávamos das atividades. Eu achava que somente com essa participação já era o suficiente para conhecer Deus, ou o suficiente para fazer por ele. Achava que já conhecia o Senhor, mas como estava enganada!! Alguns meses depois de casada, engravidei do pequeno Nicolas. No começo por causa de mal-estares decorrentes da gestação, fui deixando de ir à igreja, esfriando na Fé; era uma crente só de igreja, não lia a Bíblia, consequentemente, logo não queria ir mais à igreja... Se antes a desculpa eram os enjoos, depois foram outras, como preguiça, "hoje está chovendo", "hoje está muito frio", "hoje está muito calor". Da mesma forma que diz o ditado: "saco vazio não para em pé", também podemos dizer: "pessoa sem o alimento espiritual não encontra forças em sua vida", porque a Palavra do Senhor é o alimento que nos sustenta. Então, em meio a isso, deixei de ir à igreja. No começo o Eduardo insistia, me chamava, ia sozinho às vezes, e eu sempre dizia "ah não... fica aqui!", preferia que ele ficasse em casa comigo vendo TV a ir à igreja. Como me arrependo disso. Apesar de não estarmos indo juntos à igreja, o Eduardo sempre fez de tudo por mim, para me agradar, para estar ao meu lado, sempre foi muito amoroso com nosso filho. Mas as coisas não continuaram assim; o tempo passou e Eduardo começou a mudar, a se afastar de nosso filho e de mim; começou a se ausentar de nossas vidas. Passou a viver mais com os amigos, no trabalho. No começo tentei entender, conversar, saber o que estava acontecendo, mas o Eduardo sempre me dizia que não havia nada, que estava tudo bem, mas continuava cada vez mais rude e frio, cada vez mais distante, com segredos no celular, no seu computador. Ele não me deixava ver nem mexer nas suas coisas, e, se eu tentasse, era um belo motivo para uma briga daquelas. Mesmo não conseguindo saber exatamente quais eram as conversas dele nas redes sociais, sabia que existia outra mulher, e eu o questionava se eu estava certa. Ele sempre negava e dizia que não, então assim íamos seguindo, eu sabendo que ele estava mentindo, mas sem coragem de sair daquela situação. Eduardo passou a chegar cada dia mais tarde em casa, muitas vezes passava a noite fora, chegando somente no dia seguinte. Aquilo tudo me destruía por dentro, não sabia o que fazer. Nessa época morávamos nos fundos da casa dos meus pais. Eles, vendo aquela situação, não aceitavam o que ele estava fazendo, e isso gerou algumas brigas entre meus pais e meu esposo, o que fez a situação ficar ainda pior. Em uma dessas brigas, meu esposo saiu de casa pela primeira vez. Eu era uma pessoa totalmente dependente do meu esposo, vivia para ele e para meu filho. Meu mundo foi ao chão, fiquei totalmente perdida; por diversas vezes liguei para ele chorando e implorando para que voltasse para casa, mas ele sempre se negava e dizia que não voltava por conta dos meus pais. Me sentia cada dia pior, e cada "não" dele que eu ouvia era muito doloroso para mim. Tive crises e ataques de pânico, até precisei ficar internada por uma semana. Passei a viver à base de remédios fortes para controlar as crises. E mesmo assim, sofrendo e vivendo essa vida dependente de remédios, não busquei ajuda do único que realmente podia me ajudar, me dar alívio: o Senhor. Após algum tempo, Eduardo me procurou para conversar a respeito de um processo de compra de uma casa que estava em andamento antes de ele sair de casa. Nós estávamos comprando uma casa em outra cidade; estava perto da entrega das chaves. Ele me propôs que voltássemos a viver juntos, só que agora nessa nova casa, já que desde o começo ele dizia que não voltaria para casa por conta dos meus pais. Eu, mais que depressa, aceitei, achando que agora daria certo, que ele iria mudar e voltar a ser aquele homem por quem me apaixonei. Mais uma vez quis fazer tudo do meu jeito, com minhas próprias mãos. Mudamos para a casa nova, e não demorou muito para que ele continuasse novamente com as conversas no celular e desculpas para voltar para a cidade onde havíamos morado. Eu, sem dúvida, estava vivendo a mesma situação de antes, me sentia impotente, tentava mudar e moldar o Eduardo com minhas mãos, e via que isso não resolvia, me sentia cada dia mais frustrada, via que ele estava conversando com outra mulher e me deixando novamente de lado. Já não nos falávamos mais, somente brigávamos. Um mês exato após a mudança, ele saiu de casa novamente, dizendo que não suportava mais o casamento nem a mim, que estava cansado dessa vida, do filho, que iria viver a própria vida, que iria cuidar dele próprio. Eu me vi mais uma vez sozinha, agora em uma cidade distante, longe dos meus parentes, de meus pais, de qualquer apoio que pudesse ter antes. Foi aí, quando não tinha mais ninguém em quem pudesse me apoiar, que me lembrei daquele Deus de que um dia ouvi falar, aquele Deus que eu achava que eu conhecia, mas que na verdade nunca o conheci. Procurei uma igreja onde eu pudesse começar a buscar novamente Deus, e passei algum tempo assim, indo à igreja e somente conhecendo o Senhor pela boca dos outros, não parava para ler, estudar e entender o que o Evangelho realmente dizia. Certo dia, pesquisando na internet sobre restauração de casamento, encontrei o site do Ministério Atalaia de Deus. Passei o resto do dia lendo os testemunhos de restauração, assisti a todos os vídeos sobre divórcio e casamento que o Pr. Henrique Lino disponibilizou no site. Nesse dia pude entender muitas coisas que até aquele momento não compreendia, percebi que o que eu imaginava sobre um casamento era totalmente diferente do que a Palavra dizia, a importância de um casamento, de uma união. No dia seguinte, entrei em contato com Pr. Henrique Lino, conversamos e ele me mostrou o quanto eu não conhecia Deus nem a sua Palavra; eu não andava de acordo com a Palavra, ia à igreja achando que somente isso já me garantia a salvação. Ah! que engano! Comecei a ler a Palavra do Senhor e a praticar aquilo que realmente Jesus pregou e nos trouxe como ensinamento. Pr. Henrique sempre me orientando e às vezes me dando bronca se fazia algo de errado. Ele foi como um verdadeiro pai para mim, foi com ele que pude contar todo o tempo em que estive no deserto, muitas vezes sem ter com quem contar ou com quem falar, era ele quem me ouvia. Não foram tempos fáceis, a cada dia que lia e conhecia mais a Palavra, era um confronto com minha própria carne, a cada dia entendia o quanto fui imprudente, mentirosa, maliciosa, pecadora. Quanto mais buscava, entendia e tentava praticar a Palavra, ia me sentindo melhor, mais feliz, parei com os remédios controlados que tomava por conta das crises de pânico, e graças ao Senhor desde então nunca mais tive nenhuma crise. Estou curada.
Eu não tinha muitas notícias do Eduardo, ele morava em outra cidade, não tinha mais contato nas redes sociais nem muitas informações de como ou onde ele estava, a não ser quando vinha ver o filho. Ele não vinha muito, mas, quando vinha, me tratava muito friamente, quase não olhava pra mim. Pegava e entregava o Nicolas sem nenhuma conversa, o que me deixava muito triste nesses dias de visita. Com o tempo o Senhor vai tirando todo aquele sofrimento que no começo achamos que não vamos conseguir suportar, e a dor vai ficando menor. Claro que há dias em que só queremos chorar, mas também existem dias bons. Quero dizer aqui que, quando resolvi realmente descansar no Senhor, eu passei a me cuidar, cuidar de mim; quando estava casada, vivia desleixada, engordei após a gravidez e não me importava em emagrecer novamente, então entreguei a minha situação para o Senhor e realmente fui cuidar de mim. Confiei que o que era meu estava bem guardado; digo isso, pois foi o que me ajudou a não ficar prostrada pensando somente no meu casamento. Fui vivendo assim, buscando tão somente ao Senhor, vivendo a minha vida, e realmente descansei em relação ao meu casamento. Em março, ele me ligou, até me assustei, mas atendi, ele pediu para conversar comigo. Não respondi na hora e liguei para o pastor em seguida. O Pr. Henrique Lino me orientou a marcar essa conversa, e assim eu fiz; conversamos, e ele disse que queria voltar para casa, só que precisava resolver algumas coisas antes disso e queria que eu esperasse; disse a ele que só me procurasse quando tivesse com tudo resolvido. Confesso que fiquei um pouco frustrada, pois esperava que fosse diferente aquela conversa e que ele voltasse para casa logo. No começo deste ano, pedi ao Senhor que não me deixasse virar mais um ano sem meu marido ao meu lado. Os meses foram passando, e depois daquela nossa conversa novamente ele voltou a sumir e nem vinha mais ver o filho. Achei que realmente não iria mais acontecer um retorno neste ano. No dia 06/11, à noite, recebo algumas mensagens dele dizendo que queria reatar e que todo aquele tempo não parou de pensar em nossa família, e que queria dizer isso tudo pessoalmente para mim, e me pediu uma nova conversa. No dia seguinte liguei para o Pr. Henrique Lino e disse tudo o que havia acontecido. Ele me orientou a perguntar se ele já havia resolvido todos os problemas que dissera que ainda tinha, e assim eu fiz. Perguntei e ele disse que sim, já tinha resolvido tudo. Fiquei um pouco assustada e com medo de ser novamente só mais uma conversa, mas o Senhor me fez lembrar daquela oração que havia feito no começo do ano na qual pedia que deste ano não passasse, então marquei um encontro. Conversamos e ele me pediu perdão por tudo o que havia feito, disse que não aguentava mais ficar longe de mim, que me amava e que estava disposto a fazer o que fosse preciso para ter a família dele de volta; disse que, se eu aceitasse, ele já voltaria para casa. Conversamos muito sobre tudo, e hoje ele novamente está em nossa casa, e essa última semana tem sido maravilhosa. Ele está muito atencioso, amoroso e cuidadoso comigo e com nosso filho.
Meu Deserto durou 2 anos, foram dias difíceis. Muitas vezes questionamos o Senhor por que alguns casamentos são restaurados mais rapidamente e outros demoram mais... Com o tempo pude compreender que esse tempo foi necessário para minha própria mudança, nesse período o Senhor colocou algumas pessoas no meu caminho, amigos que também estavam no deserto, e pudemos nos apoiar e dar forças um ao outro. Gostaria de agradecer, pois esse apoio foi muito importante para mim. Sei que a partir daqui ainda teremos mais lutas para enfrentar, mas agora com muita sabedoria e praticando a Palavra do Senhor. 
Erika Caldas Santos 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 
Compartilhar
  • Twitter
  • del.icio.us
  • Digg
  • Facebook
  • Technorati
  • Reddit
  • Yahoo Buzz
  • StumbleUpon

Este post tem 3 Comentários

Deixe uma resposta

Nome:: Campo obrigatório.
Endereço de e-mail: Campo obrigatório. Não é visível
Website::
Código Captcha:: Campo obrigatório.
Comentário: Campo obrigatório.

CONTATOS MINISTERIAL


Telefone (Ligação Local):
4020-9729

Whatsapp 32-984259375


Correspondências:
Caixa Postal 1041 - CEP 32001-970 - Contagem-MG