Artigos


  • Novo telefone 4020-9729

    Não é necessário acrescentar DDD para ligações nacionais à distância

  • Envie Seu Testemunho

    Envie seu testemunho para ser colocado em nosso portal, com certeza irá edificar muitas vidas.

  • Pr. Henrique Lino Ao Vivo

    Mensagens fé e ousadia de segunda à sexta às 07h da manhã. Clique aqui!

  • Casamento

    Deus tem compromisso com o casamento, busque ajuda!

  • Cadastre e Receba nossas Mensagens

    Fique por dentro de tudo que acontece no meio cristão e ainda receba estudos, palavras e muito mais todos os dias gratuitamente em seu e-mail.

  • Pergunte ao Pastor

    Esclareça suas dúvidas, deixe sua pergunta para o pastor

  • Comentários: 1
  • 28 November 2017 01:19
  • em Mensagem do Dia
  • por portal
  • Visitas: 83
  • Última modificação: -/-
  • (Classificação atual 5.0/5 Estrelas) Total de votos: 1

TEM QUE LARGAR

0 0
"Ora, ia com Ele uma grande multidão; e, voltando-se, disse-lhe: Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo." (Lucas 14:25-26)
 
         As pessoas seguiam Jesus pelos mais variados motivos, e nem todos, para não dizer a maioria, eram sinceros. Isto porque muitos o seguiam porque tinham comido dos pães e peixes multiplicados por Ele e saciado a fome. Portanto, sempre queriam mais; outros simplesmente em busca de uma cura qualquer. Os mais afoitos queriam levantá-lo como rei físico de Israel, e esses ainda citavam as Escrituras, que falavam que viria o libertador de Israel. Mas o que eles não entendiam era que Jesus veio libertar toda Israel (povo de Deus) do jugo do pecado. Já os sacerdotes, as autoridades eclesiásticas da época o seguiam ou mandavam pessoas o seguirem e o espionarem para pegá-lo em alguma contradição e assim o acusar para, consequentemente, o matarem. O fato era que a maioria não era sincera e não buscava o Senhor porque Ele era o Messias, o Cristo de Deus, o Salvador do mundo. Não é diferente da nossa época, em que os templos são lotados de pessoas que vão em busca de uma bênção, de uma resposta, de uma solução para um problema, e não para adorar e exaltar o Nome do Senhor. As pessoas citam versículos, fazem jejuns como meio de troca, de barganhas, vão a templos várias vezes durante a semana, participam de campanhas, desafios, dão ofertas, mas simplesmente esperando receber bem mais em troca. Essas pessoas estão enganadas, assim como aquelas outras; elas estão perdidas e, se não se converterem, com certeza padecerão por toda a eternidade. Jesus nos ensina que, para segui-lo, para poder falar que é seu discípulo, é necessário priorizá-lo, é necessário amá-lo acima de tudo e de todos, isto inclui filhos, pais, parentes, amigos, coisas materiais, patrimônio, dinheiro. Quando alguém não se atrasa para o trabalho, mas se atrasa para ir à igreja, ao templo, não o está priorizando; ou quando deixa de meditar na Palavra de Deus, porque o filho chamou, ou porque o marido, a esposa, clama por atenção não é priorizá-lo e nem amá-lo. Quando vamos a templos orar, rezar e pedir para que Ele cuide para que não percamos o emprego, ou que nos dê dinheiro ou outra coisa qualquer, não é priorizá-lo e nem amá-lo, mas na verdade escravizá-lo, transformá-lo em um servo, um escravo que tem que atender a nossos pedidos. Isso não é não respeitá-lo, porque queremos barganhar com Ele, oferecendo coisas, dinheiro e sacrifícios, quando Ele disse que não queria nenhum sacrifício.
 "E qualquer que não levar a sua cruz, e não vier após mim, não pode ser meu discípulo." (Lucas 14:27). Lutas, perseguições e sofrimentos são esperados na vida do cristão, porque essa história de que o cristão não sofre, não passa por lutas, não anda no deserto ou na tempestade é mentirosa e criada, ensinada por pregadores, por pastores gananciosos. Jesus disse que teríamos sofrimentos, mesmo porque, como estamos em território inimigo, é normal e natural sermos perseguidos, já que somos cidadãos do Reino e não do mundo, que jaz no maligno. Quem dá boa vida aqui não é Jesus, é outro, é o inimigo das nossas almas, pois é ele que oferece tudo: alegrias, farras, realizações, prazeres, riquezas, como ele ofereceu a Jesus no deserto. O nosso Mestre é Jesus. Se somos seus seguidores, sabemos que, assim como Ele sofreu, nós também poderemos sofrer. Mas a nossa prioridade tem que ser Ele, temos que amá-lo com todo o nosso coração e toda a nossa alma, e amá-lo é viver, praticar o seu Evangelho. Não são simples palavras, citações que demonstram o nosso amor por Ele, por isto o Senhor nos ensina como amá-lo, caso contrário, seremos hipócritas, e essa é uma classe que Ele não admite, a qual Ele combateu de maneira enérgica aqui. "Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar?" (Lucas 14;28). Quando falamos que somos do Senhor, temos que realmente ter essa certeza e darmos exemplos para que não venhamos a envergonhar o Evangelho, porque são muitos os que se autodenominam crentes, evangélicos, mas vivem uma vida totalmente contrária à Palavra de Deus, portanto, são avaliados pelas pessoas. Ao assumir a nossa condição de discípulos de Jesus, temos que ter a certeza de quem realmente somos, saber que a nossa prioridade é Ele e que somos servos, portanto, nossa alegria está em servi-lo. Quando afirmamos que o amamos, temos que demonstrar esse amor o tempo todo, e não somente frequentando um templo qualquer, não somente fazendo parte de uma denominação, e sim sendo a igreja de Cristo. Não podemos viver pedindo bênçãos, temos de saber que Ele é Deus, portanto, conhece as nossas necessidades antes mesmo do que nós. "Para que não aconteça que, depois de haver posto os alicerces, e não a podendo acabar, todos os que a virem comecem a escarnecer dele, Dizendo: Este homem começou a edificar e não pôde acabar. Ou qual é o rei que, indo à guerra a pelejar contra outro rei, não se assenta primeiro a tomar conselho sobre se com dez mil pode sair ao encontro do que vem contra ele com vinte mil? De outra maneira, estando o outro ainda longe, manda embaixadores, e pede condições de paz." (Lucas 14:29-32). Não podemos ser motivo de escárnio, de piadas ou de mau exemplo por nos identificarmos como crentes, mas não vivermos o Evangelho de Jesus Cristo. Temos que, antes de assumir a identidade cristã, saber que temos a obrigação de vivê-la, de sermos realmente homens e mulheres comprometidos com o Evangelho, e não com o mundo. Não sermos como o mundo que cita o Nome do Senhor somente para pedir bênçãos. Ser cristão, ser discípulo de Jesus é estar disposto a sofrer, a passar fome, sede, a abandonar a família, estar disposto a morrer pelo Nome do Senhor, é dar e não buscar receber, e saber que Nele temos vida. Amar Jesus é entregar-se totalmente a Ele, é saber que não pertencemos a nós, mas a Ele, e, portanto, só fazemos o que Ele manda ou autoriza, e diante de todo o resto nos calamos. "Assim, pois, qualquer de vós, que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo. Bom é o sal; mas, se o sal degenerar, com que se há de salgar? Nem presta para a terra, nem para o monturo; lançam-no fora. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça." (Lucas 14:33-35). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino  
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 
Compartilhar
  • Twitter
  • del.icio.us
  • Digg
  • Facebook
  • Technorati
  • Reddit
  • Yahoo Buzz
  • StumbleUpon

Este post tem 1 Comentários

Deixe uma resposta

Nome:: Campo obrigatório.
Endereço de e-mail: Campo obrigatório. Não é visível
Website::
Código Captcha:: Campo obrigatório.
Comentário: Campo obrigatório.

CONTATOS MINISTERIAL


Telefone (Ligação Local):
4020-9729

Correspondências:
Caixa Postal 1041 - CEP 32001-970 - Contagem-MG