Artigos


  • Novo telefone 4020-9729

    Não é necessário acrescentar DDD para ligações nacionais à distância

  • Envie Seu Testemunho

    Envie seu testemunho para ser colocado em nosso portal, com certeza irá edificar muitas vidas.

  • Pr. Henrique Lino Ao Vivo

    Mensagens fé e ousadia de segunda à sexta às 07h da manhã. Clique aqui!

  • Casamento

    Deus tem compromisso com o casamento, busque ajuda!

  • Cadastre e Receba nossas Mensagens

    Fique por dentro de tudo que acontece no meio cristão e ainda receba estudos, palavras e muito mais todos os dias gratuitamente em seu e-mail.

  • Pergunte ao Pastor

    Esclareça suas dúvidas, deixe sua pergunta para o pastor

  • Comentários: 0
  • 11 July 2016 04:14
  • em Mensagem do Dia
  • por portal
  • Visitas: 361
  • Última modificação: -/-
  • (Classificação atual 0.0/5 Estrelas) Total de votos: 0

PASTORES E SACERDOTES

0 0
"Porque todo o sumo sacerdote, tomado dentre os homens, é constituído a favor dos homens nas coisas concernentes a Deus, para que ofereça dons e sacrifícios pelos pecados; E possa compadecer-se ternamente dos ignorantes e errados; pois também ele mesmo está rodeado de fraqueza." (Hebreus 5:1-2)
 
 O sumo sacerdote precisa preencher dois pré-requisitos fundamentais: ser chamado por Deus e dedicar sua vida ao Senhor e às necessidades do povo, sendo solidário com as fraquezas, lutas e ignorância dos seus irmãos, porém sem pecar. Só Jesus Cristo conseguiu cumprir plenamente essas exigências, Jesus Cristo, nosso eterno Sumo Sacerdote, que até hoje intercede por nós junto ao Pai. Mas a função de sacerdote é um chamado e não uma opção, ou uma escolha como de uma profissão qualquer. Exatamente por falta desse entendimento que há tantas pessoas religiosas, mas perdidas, sem conhecer Cristo. Isso ocorre por haver sacerdotes, pastores que desconhecem Jesus e, assim, não podem apresentá-lo a quem nunca viu. Infelizmente, vemos as pessoas estudarem, fazerem algum curso, e logo depois se denominarem pastores, sacerdotes, ou há casos em que começam a frequentar uma denominação qualquer e logo se autointitulam sacerdotes. Por falarem bem, por terem poder de convencimento, carisma e outros atrativos, são erguidos à condição de pastores, mas estes não conhecem o Senhor e não têm compromisso com a Palavra de Deus. Muitos são os que se transformam em pastores, simplesmente com o objetivo de ganhar dinheiro; são pessoas que não têm nenhum compromisso com a Palavra de Deus. Por tal motivo, vemos tanta hipocrisia, apostasia, tantos são conduzidos ao matadouro, porque sacerdotes, os chamados por Deus, vivem para Deus, dedicam a vida inteira ao serviço do Senhor, e a prioridade deles sempre será o ministério. São homens que não têm compromisso com as coisas do mundo, não têm outro interesse, não se preocupam com o negócio mundano, nem se dedicam a nenhuma atividade para ganhar dinheiro. Vivem exclusivamente do ministério e no ministério, intercedendo pelo povo, aconselhando, orientando e, principalmente, pregando o Evangelho de Jesus Cristo.
 "E por esta causa deve ele, tanto pelo povo, como também por si mesmo, fazer oferta pelos pecados. E ninguém toma para si esta honra, senão o que é chamado por Deus, como Arão." (Hebreus 5:3-4). Recebendo este chamado, o sacerdote ou pastor deve sempre reconhecer que é um pecador, que é falho, pois todos somos barro, pó, terra, e frágeis, e, portanto, dependemos da misericórdia do Senhor. O sacerdote, tendo esse conhecimento, constantemente clama ao Senhor pedindo misericórdia e perdão para si. Também tem a obrigação de pedir perdão pela vida das suas ovelhas, pelo rebanho do Senhor, clamando pela misericórdia de Deus. Mas, para se ter essa dedicação em tempo integral, é necessário ser chamado por Deus, e sabemos que, infelizmente, vivemos em um mundo onde a maioria dos religiosos tem como líder espiritual uma pessoa que se fez sacerdote, se fez pastor, mas não foi chamado por Deus, e por tal motivo não tem acesso ao Senhor. O sacerdote não pode ter preocupações com coisas materiais ou outras, porque vive para o Senhor, inclusive a própria família ocupa um segundo ou terceiro lugar na sua vida, porque, em primeiro, é o Senhor, e ele tem a obrigação de cuidar de todos os que vão até ele, porque, afinal, foi para isso que o Senhor o convocou. Assim, sabemos que pessoas que se dizem sacerdotes, pastores, mas que dão prioridade à família, ou a seu bem-estar não são chamados, mas se fizeram. Ter o chamado de sacerdote, de pastor, é viver exclusivamente para Deus, sem nenhuma outra preocupação, a não ser fazer a sua vontade. Sacerdote não tira férias, não adquire patrimônios e nem tem aposentadoria, porque, enquanto tiver vida, vive para o Senhor. "Assim também Cristo não se glorificou a si mesmo, para se fazer sumo sacerdote, mas aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, Hoje te gerei."(Hebreus 5:5). Temos o maior exemplo em nosso Sumo Sacerdote Jesus Cristo, nosso eterno Pastor. Ele não se fez, mas o Pai que o gerou e o fez Sumo Sacerdote. Assim como o Pai o chamou para ser Sumo Sacerdote, os sacerdotes têm que ser chamados por Ele, para cuidar do seu rebanho, têm que ser escolhidos por Ele. Temos que entender que Ele não coloca qualquer um para cuidar do que é seu, mas muitos que se fazem e estão sob rebanhos não são chamados, e o rebanho também não. Basta ver as doutrinas várias, os ensinamentos heréticos, as distorções da Palavra. Temos que ser espirituais para entender as coisas do Espirito, e não carnais ou emocionais.
 "Como também diz, noutro lugar: Tu és sacerdote eternamente, Segundo a ordem de Melquisedeque. O qual, nos dias da sua carne, oferecendo, com grande clamor e lágrimas, orações e súplicas ao que o podia livrar da morte, foi ouvido quanto ao que temia." (Hebreus 5:6-7). Jesus, como Sumo Sacerdote, ofereceu o maior sacrifício pelo seu rebanho; ofereceu sua carne para nos livrar de todas as enfermidades ("pelas suas feridas fostes curados"). Ofereceu o seu sangue para nos dar salvação. Jesus, como Sumo Sacerdote, não levou em conta seu sofrimento, sua dor, e se ofereceu em lugar do seu povo, ofereceu a sua vida e morreu em nosso lugar. A prioridade do Sumo Sacerdote Jesus Cristo sempre foi fazer a vontade do Pai, e nem mesmo de sua família - como Ele disse, a família Dele eram os que o ouviam e lhe obedeciam. Vimos o Senhor Jesus orando, pedindo perdão pelo povo, intercedendo por todos e cuidando do seu rebanho, não levando em conta as fraquezas da carne. "Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu."(Hebreus 5:8). Jesus era o Filho de Deus, mas, como Sumo Sacerdote, chamado pelo Pai, foi obediente em tudo, obediente até a morte, e morte de cruz. O sacerdote tem que seguir o exemplo de Jesus, tem que ser obediente a Deus, tem que cuidar do povo, oferecer sacrifícios, e tudo fazer para livrá-los do sofrimento e morte eternos; se necessário for, dar-lhes a sua própria vida. As responsabilidades do sacerdócio são muito mais sérias do que se pratica hoje. Sem obediência não existe sacerdócio, e sabemos que sacerdote não cria leis ou preceitos, mas simplesmente obedece. "E, sendo ele consumado, veio a ser a causa da eterna salvação para todos os que lhe obedecem; Chamado por Deus Sumo Sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque." (Hebreus 5:9-10). Jesus, o Filho de Deus, foi obediente ao Pai e, respeitando e cumprindo o sacerdócio para o qual foi chamado, tornou-se o eterno Sacerdote por obediência. Sabemos que, sem obediência, não existe sacerdote, e sem chamado são simples enganadores e condutores cegos que conduzem o rebanho à cova. Portanto, sejamos sábios e analisemos os que estão liderando as congregações que frequentamos; se existe um sacerdote, alguém que recebeu realmente o chamado, ou são somente pessoas que se fizeram. "Do qual muito temos que dizer, de difícil interpretação; porquanto vos fizestes negligentes para ouvir. Porque, devendo já ser mestres pelo tempo, ainda necessitais de que se vos torne a ensinar quais sejam os primeiros rudimentos das palavras de Deus; e vos haveis feito tais que necessitais de leite, e não de sólido mantimento. Porque qualquer que ainda se alimenta de leite não está experimentado na palavra da justiça, porque é menino. Mas o mantimento sólido é para os perfeitos, os quais, em razão do costume, têm os sentidos exercitados para discernir tanto o bem como o mal."(Hebreus 5:11-14). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 
Compartilhar
  • Twitter
  • del.icio.us
  • Digg
  • Facebook
  • Technorati
  • Reddit
  • Yahoo Buzz
  • StumbleUpon

Nenhum comentário ainda...

Deixe uma resposta

Nome:: Campo obrigatório.
Endereço de e-mail: Campo obrigatório. Não é visível
Website::
Código Captcha:: Campo obrigatório.
Comentário: Campo obrigatório.

CONTATOS MINISTERIAL


Telefone (Ligação Local):
4020-9729

Whatsapp 32-984259375

LIGAR SOMENTE DE FIXO  0800 042 0257 

Correspondências:
Caixa Postal 1041 - CEP 32001-970 - Contagem-MG