Artigos


  • Novo telefone 4020-9729

    Não é necessário acrescentar DDD para ligações nacionais à distância

  • Envie Seu Testemunho

    Envie seu testemunho para ser colocado em nosso portal, com certeza irá edificar muitas vidas.

  • Pr. Henrique Lino Ao Vivo

    Mensagens fé e ousadia de segunda à sexta às 07h da manhã. Clique aqui!

  • Casamento

    Deus tem compromisso com o casamento, busque ajuda!

  • Cadastre e Receba nossas Mensagens

    Fique por dentro de tudo que acontece no meio cristão e ainda receba estudos, palavras e muito mais todos os dias gratuitamente em seu e-mail.

  • Pergunte ao Pastor

    Esclareça suas dúvidas, deixe sua pergunta para o pastor

  • Comentários: 1
  • 02 May 2018 03:15
  • em Mensagem do Dia
  • por portal
  • Visitas: 108
  • Última modificação: -/-
  • (Classificação atual 0.0/5 Estrelas) Total de votos: 0

MEDO DOS JUDEUS

0 0

"Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco." (João 20:19)

 

          Jesus tinha sido crucificado e entregue a sua vida na cruz do calvário por todos nós - porque não foram os judeus que o mataram, Ele se entregou por nós -, Ele aceitou morrer em nosso lugar, como Ele mesmo já tinha dito anteriormente. "Por esse motivo o Pai me ama; porque Eu entrego a minha vida para retomá-la. "Ninguém a tira de mim; antes Eu a entrego de espontânea vontade. Tenho poder para entregá-la, e poder para retomá-la. Esse é o mandamento que recebi de meu Pai. " Mais uma divisão entre os judeus" (João 10:17-18). Ninguém tirou a sua vida, Ele veio em obediência ao Deus Pai e a entregou para nos salvar, e vemos que em nenhum momento Ele tentou fugir, foi o Cordeiro mudo que caminhou de cabeça erguida em direção à morte, pois sabia que o Pai o reviveria novamente. Jesus tinha sido crucificado na sexta-feira, e agora no terceiro dia, no primeiro dia da semana, que é o domingo, Ele ressuscita. Já tinha aparecido para Maria, e naquele momento Ele vai ao encontro dos seus discípulos que estavam trancados em um ambiente com medo de os judeus também os perseguirem para os matar. Jesus surge nesse ambiente mesmo estando as portas e janelas trancadas, chega, surge trazendo a paz, saudando assim como Ele nos mandou saudar a todos com a paz. Veremos que Jesus não é um espírito qualquer, não é um fantasma, mas está agora no corpo glorificado, que é totalmente diferente do que se imagina um fantasma, apesar de ninguém nunca ter visto um. Isto porque Ele fala normalmente, ouve, mantém diálogos com todos e tudo vê e ouve, além de poder ser tocado como algo sólido, apesar de ter o poder de atravessar paredes. Mas o mais importante é que Jesus não foi ao encontro deles somente para saudá-los ou fazer-lhes uma visita de cortesia, e sim para levar-lhes ensinamentos e os repreender. "E, dizendo isto, mostrou-lhes as suas mãos e o lado. De sorte que os discípulos se alegraram, vendo o Senhor." (João 20:20). Jesus ainda faz questão de mostrar as mãos onde antes estiveram os pregos que o seguravam na cruz. Também devemos atentar para esse fato, porque muitos dizem que os pregos foram em seu pulso, mas não é verdade, os pregos foram batidos no meio das palmas das suas mãos. Jesus mostra-lhes as mãos para que vissem que era Ele mesmo.

 "Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós." (João 20:21). Jesus os cumprimenta mais uma vez com a paz, e já diz que, assim como Deus o tinha enviado, Ele também estava os enviando. Isto é, assim como Deus Pai o tinha enviado para pregar o Evangelho, operar milagres e maravilhas, mostrar sinais grandiosos, Ele também os estava enviando. Assim como o Pai o enviou para ser perseguido, humilhado, sofrido e morto, Ele também os estava enviando. Jesus não nos enviou para reinar aqui. Ele foi perseguido e tudo sofreu. Ele também nos envia da mesma maneira, assim, se somos seus discípulos, temos que ter consciência de que os sofrimentos e lutas são esperados em nossas vidas. Devemos ser discípulos de Jesus, sair do lugar de segurança, sair do ambiente de portas fechadas e irmos para o mundo, a fim de proclamarmos o seu Evangelho; temos que mostrar Jesus a todos. Se tivermos que morrer por causa do Evangelho, será uma honra, pois sabemos que fomos achados dignos de morrer por Jesus. "E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo. «Aqueles a quem perdoardes os pecados lhes são perdoados; e àqueles a quem os retiverdes lhes são retidos." (João 20:22-23). Nesse momento, Jesus soprou sobre eles o Espírito Santo, e eles receberam a capacitação, receberam o Espírito de Deus, mas não podemos fazer confusão, eles receberam o Espírito e não o Batismo, que só vai acontecer no dia da festa de Pentecostes. Muitos não sabem, mas existe uma diferença entre ser batizado pelo Espírito Santo e ser cheio do Espírito Santo. São muitas as pessoas cheias do Espírito de Deus e que não foram batizadas, e muitas faleceram sem receber esse batismo. Isso não quer dizer que não sejam salvas, porque o batismo é uma prerrogativa do próprio Espírito que batiza quem Ele quer. E não adianta tentarmos ficar orando, clamando, porque não é assim que funciona. O mais importante Jesus diz que é o perdão, que é necessário a todos, é obrigatório, e, se não perdoarmos, não seremos perdoados. Se retivermos o perdão de alguém, com certeza também Deus reterá o nosso, e, portanto, a questão do perdão é simplesmente todo o tempo, devemos perdoar todos, mas também saber que perdoar não é aceitar o erro. "Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus. Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei. E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco. Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente. E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu! Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram. Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu Nome." (João 20:24-31).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br  - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

 
Compartilhar
  • Twitter
  • del.icio.us
  • Digg
  • Facebook
  • Technorati
  • Reddit
  • Yahoo Buzz
  • StumbleUpon

Este post tem 1 Comentários

Deixe uma resposta

Nome:: Campo obrigatório.
Endereço de e-mail: Campo obrigatório. Não é visível
Website::
Código Captcha:: Campo obrigatório.
Comentário: Campo obrigatório.

CONTATOS MINISTERIAL


Telefone (Ligação Local):
4020-9729

Whatsapp 32-984259375

LIGAR SOMENTE DE FIXO  0800 042 0257 

Correspondências:
Caixa Postal 1041 - CEP 32001-970 - Contagem-MG