Artigos


  • Novo telefone 4020-9729

    Não é necessário acrescentar DDD para ligações nacionais à distância

  • Envie Seu Testemunho

    Envie seu testemunho para ser colocado em nosso portal, com certeza irá edificar muitas vidas.

  • Pr. Henrique Lino Ao Vivo

    Mensagens fé e ousadia de segunda à sexta às 07h da manhã. Clique aqui!

  • Casamento

    Deus tem compromisso com o casamento, busque ajuda!

  • Cadastre e Receba nossas Mensagens

    Fique por dentro de tudo que acontece no meio cristão e ainda receba estudos, palavras e muito mais todos os dias gratuitamente em seu e-mail.

  • Pergunte ao Pastor

    Esclareça suas dúvidas, deixe sua pergunta para o pastor

  • Comentários: 1
  • 11 March 2019 01:49
  • em Mensagem do Dia
  • por portal
  • Visitas: 42
  • Última modificação: -/-
  • (Classificação atual 0.0/5 Estrelas) Total de votos: 0

AQUELE LUGAR

0 0
"Tendo Jesus dito isto, saiu com os seus discípulos para além do ribeiro de Cedrom, onde havia um horto, no qual Ele entrou e seus discípulos. E Judas, que o traía, também conhecia aquele lugar, porque Jesus muitas vezes se ajuntava ali com os seus discípulos. Tendo, pois, Judas recebido a coorte e oficiais dos principais sacerdotes e fariseus, veio para ali com lanternas, e archotes e armas.” (João 18:1-3)
 
         Jesus tinha orado pelos discípulos, tinha conversado com o Pai em voz audível para que os discípulos ouvissem, pois sabia que tinha chegado a sua hora. Após as intercessões, Jesus juntamente com os seus discípulos vai para o horto, o jardim onde tinha o hábito de passar as noites orando e descansando. Portanto, todos os discípulos sabiam, conheciam aquele local e sabiam do hábito do Senhor de passar ali as noites. Mas Judas Iscariotes já tinha combinado de trair Jesus, na verdade, já tinha recebido o dinheiro para o entregar. Quando vê que Jesus havia se dirigido para o jardim para passar a noite, ele vai e volta já com os guardas, todos armados para prenderem Jesus, como se fossem prender um bandido, um facínora violento. Veja como a Palavra de Deus se cumpre fielmente, pois Jesus passava todos os dias pregando em todas as partes, inclusive nos templos, e ninguém o prendia, mas tinha que acontecer como estava previsto pelos profetas. Assim, vieram com o traidor e armados para o deter. "Sabendo, pois, Jesus todas as coisas que sobre Ele haviam de vir, adiantou-se e disse-lhes: A quem buscais? Responderam-lhe: A Jesus Nazareno. Disse-lhes Jesus: Sou Eu. E Judas, que o traía, estava com eles. Quando, pois, lhes disse: Sou eu, recuaram, e caíram por terra. Tornou-lhes, pois, a perguntar: A quem buscais? E eles disseram: A Jesus Nazareno.” (João 18:4-7). Jesus tudo sabia o que iria acontecer, mesmo porque Ele era consciente da sua missão e sabia que tinha vindo exatamente para isto, para ocupar o nosso lugar, para sofrer e morrer em nosso lugar, para ser castigado pelos nossos pecados. Jesus só se deixava conhecer quando queria, e somente os seus discípulos o reconheciam sempre, por isto Judas teve que apontá-lo, e Jesus se adiantou e perguntou a quem eles buscavam, pois eles ainda não o tinham identificado.
          "Jesus respondeu: Já vos disse que Sou Eu; se, pois, me buscais a mim, deixai ir estes; Para que se cumprisse a Palavra que tinha dito: Dos que me deste nenhum deles perdi.” (João 18:8-9). O Nome de Jesus tem todo o Poder, e quando Ele se identifica e diz quem Ele é, todos caem por terra, e novamente Ele pergunta ou reitera a pergunta, e ao mesmo exige que não mexam com os seus discípulos. Isto porque sabia e não queria perder ninguém. Ele já tinha em oração falado com o Pai e não tinha perdido nenhum dos que tinha recebido a não ser, claro, Judas, que para este fim tinha vindo também. A Palavra de Deus se cumpre em tudo, basta observarmos, e tudo o que aconteceu com Jesus, desde a gestação de Maria até a sua ressurreição, já estava previsto e revelado pelos profetas, já estava escrito nas Escrituras. Todos os que o Pai dá a Jesus nenhum se perde, e sabemos que os que o Pai lhes dá são os que são obedientes a sua Palavra; os que praticam o Evangelho nenhum se perderá. "Então Simão Pedro, que tinha espada, desembainhou-a, e feriu o servo do sumo sacerdote, cortando-lhe a orelha direita. E o nome do servo era Malco. Mas Jesus disse a Pedro: Põe a tua espada na bainha; não beberei eu o cálice que o Pai me deu?” (João 18:10-11). Pedro na hora, pela emoção, agiu pela carne e feriu um dos soldados, mas Jesus o repreende, pois sabia que aquilo tinha que acontecer, e Ele nada fez para se desviar ou se defender, pois, se assim quisesse, teria tentado fugir ou agir de outra maneira. E fala que aquilo que Deus Pai preparou para que Ele se submetesse Ele iria cumprir, e cumpriu sem reclamar, mas nós, que falamos que somos discípulos Dele, quando aparece qualquer probleminha, reclamamos, lamentamos e achamos que Deus nos abandonou, que o que está acontecendo é obra do diabo. Temos que aprender a nos submeter a Deus assim como o Nosso Mestre, e jamais usar de violência, pois o Senhor não autoriza, não concorda que usemos de violência qualquer que seja o fim. "Então a coorte, e o tribuno, e os servos dos judeus prenderam a Jesus e o maniataram. E conduziram-no primeiramente a Anás, por ser sogro de Caifás, que era o sumo sacerdote daquele ano. Ora, Caifás era quem tinha aconselhado aos judeus que convinha que um homem morresse pelo povo. E Simão Pedro e outro discípulo seguiam a Jesus. E este discípulo era conhecido do sumo sacerdote, e entrou com Jesus na sala do sumo sacerdote.” (João 18:12-15). Levaram Jesus e o submeteram a um julgamento ilegal e injusto, mesmo porque por lei não poderia acontecer julgamento noturno. Mas, para que a Palavra se cumprisse, levaram Jesus amarrado, como se fosse um bandido, e vemos que Pedro o traiu, pois o abandonou, ficou observando de longe, e depois veremos que o negará outras vezes. Mas nada disso era novidade para Jesus que o tinha alertado de que ele o trairia, e depois Pedro negou que o conhecesse, assim como muitos são traidores de Cristo, pois em determinados ambientes, locais, negam a sua fé, não assumem que são cristãos, e o pior: praticam atos que se igualam aos do mundo, se não for pior. "E Pedro estava da parte de fora, à porta. Saiu então o outro discípulo que era conhecido do sumo sacerdote, e falou à porteira, levando Pedro para dentro. Então a porteira disse a Pedro: Não és tu também dos discípulos deste homem? Disse ele: Não sou. Ora, estavam ali os servos e os servidores, que tinham feito brasas, e se aquentavam, porque fazia frio; e com eles estava Pedro, aquentando-se também. E o sumo sacerdote interrogou Jesus acerca dos seus discípulos e da sua doutrina. Jesus lhe respondeu: Eu falei abertamente ao mundo; eu sempre ensinei na sinagoga e no templo, onde os judeus sempre se ajuntam, e nada disse em oculto. Para que me perguntas a mim? Pergunta aos que ouviram o que é que lhes ensinei; eis que eles sabem o que eu lhes tenho dito. E, tendo dito isto, um dos servidores que ali estavam, deu uma bofetada em Jesus, dizendo: Assim respondes ao sumo sacerdote? Respondeu-lhe Jesus: Se falei mal, dá testemunho do mal; e, se bem, porque me feres? E Anás mandou-o, maniatado, ao sumo sacerdote Caifás. E Simão Pedro estava ali, e aquentava-se. Disseram-lhe, pois: Não és também tu um dos seus discípulos? Ele negou, e disse: Não sou. E um dos servos do sumo sacerdote, parente daquele a quem Pedro cortara a orelha, disse: Não te vi eu no horto com Ele? E Pedro negou outra vez, e logo o galo cantou.” (João 18:16-27).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino 

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 
Compartilhar
  • Twitter
  • del.icio.us
  • Digg
  • Facebook
  • Technorati
  • Reddit
  • Yahoo Buzz
  • StumbleUpon

Este post tem 1 Comentários

Deixe uma resposta

Nome:: Campo obrigatório.
Endereço de e-mail: Campo obrigatório. Não é visível
Website::
Código Captcha:: Campo obrigatório.
Comentário: Campo obrigatório.

CONTATOS MINISTERIAL


Telefone (Ligação Local):
4020-9729

Whatsapp 32-984259375

LIGAR SOMENTE DE FIXO  0800 042 0257 

Correspondências:
Caixa Postal 1041 - CEP 32001-970 - Contagem-MG