Artigos


  • Novo telefone 4020-9729

    Não é necessário acrescentar DDD para ligações nacionais à distância

  • Envie Seu Testemunho

    Envie seu testemunho para ser colocado em nosso portal, com certeza irá edificar muitas vidas.

  • Pr. Henrique Lino Ao Vivo

    Mensagens fé e ousadia de segunda à sexta às 07h da manhã. Clique aqui!

  • Casamento

    Deus tem compromisso com o casamento, busque ajuda!

  • Cadastre e Receba nossas Mensagens

    Fique por dentro de tudo que acontece no meio cristão e ainda receba estudos, palavras e muito mais todos os dias gratuitamente em seu e-mail.

  • Pergunte ao Pastor

    Esclareça suas dúvidas, deixe sua pergunta para o pastor

  • Comentários: 1
  • 05 June 2018 03:30
  • em Mensagem do Dia
  • por portal
  • Visitas: 84
  • Última modificação: -/-
  • (Classificação atual 5.0/5 Estrelas) Total de votos: 1

A MANIFESTAÇÃO DE JESUS

0 0
"Depois disto manifestou-se Jesus outra vez aos discípulos junto do mar de Tiberíades; e manifestou-se Assim: Estavam juntos Simão Pedro, e Tomé, chamado Dídimo, e Natanael, que era de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu, e outros dois dos seus discípulos.” (João 21:1-2)
 
          Jesus já tinha sido preso, crucificado e tinha se entregado ali na cruz do Calvário. Tinha morrido, mas não que eles, os judeus, o tivessem matado, e sim que Ele disse que daria a sua vida por nós, e assim foi. Ele deixou-se prender, deixou-se crucificar e depois entregou a sua vida. Jesus ali na Cruz, quando viu que já tinha cumprido a missão que o Pai lhe tinha designado, disse que estava consumado e se entregou, morreu, prova tal que, no dia seguinte, no sábado, que era dia de festa, os judeus pediram para que tirassem os corpos da cruz, e então os soldados foram verificar se todos eles tinham morrido. Digo todos eles porque, junto com Jesus, foram crucificados dois ladrões, um de cada lado. Assim, os soldados quebraram as pernas dos dois ladrões, tanto o da direita como o da esquerda, para que morressem rapidamente, uma vez que ainda estavam vivos. O que mata não é a crucificação em si, mas a sufocação, e, enquanto a pessoa consegue se firmar nas pernas, ela permanece viva. Mas, quando chegaram a Jesus, perceberam que Ele já tinha morrido, e por isto um soldado com a sua lança furou um lado de Jesus de onde saiu água e sangue, mostrando assim o início e o fim, a água é o início, o batismo, e o sangue, a sua morte e a nossa salvação. Jesus já tinha morrido e ressuscitado, também já tinha aparecido para algumas pessoas, e agora Ele aparece para os seus discípulos estando eles pescando. Pedro e alguns dos discípulos de Jesus foram pescar no mar de Tiberíades, e veremos que o Senhor foi ao encontro deles pela manhã. "Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Dizem-lhe eles: Também nós vamos contigo. Foram, e subiram logo para o barco, e naquela noite nada apanharam.” (João 21:3). Pedro e os outros discípulos, ainda tristes por causa da morte de Jesus, resolveram pescar, mas passaram a noite toda tentando e nada conseguiram, afinal, nem sempre o mar está para peixe. Temos que lembrar a profissão de Pedro e de vários dos discípulos de Jesus, os quais eram pescadores, por isso nada mais normal do que eles terem ido pescar, mas, apesar de toda experiência como pescadores, naquela noite não conseguiram pescar nada.
 "E, sendo já manhã, Jesus se apresentou na praia, mas os discípulos não conheceram que era Jesus. Disse-lhes, pois, Jesus: Filhos, tendes alguma coisa de comer? Responderam-lhe: Não. E ele lhes disse: Lançai a rede para o lado direito do barco, e achareis. Lançaram-na, pois, e já não a podiam tirar, pela multidão dos peixes.” (João 21:4-6). Eu tenho dito que Jesus só se deixava conhecer, ser reconhecido por quem Ele quisesse e no momento, na hora em que assim também quisesse. Falo isto baseado no Evangelho, porque vimos por várias vezes que Ele não era reconhecido, isto ainda antes da sua morte, prova tal que Judas Iscariotes, o traidor, teve que o identificar para os soldados saudando-o com um beijo, pois, apesar de Ele passar os dias no templo pregando, eles não o reconheceram, Jesus só se retirava para os jardins, o horto do Getsêmani, à noite. Depois que ressuscitou, com o corpo glorificado várias vezes, também não foi reconhecido, como quando encontrou dois discípulos e andou um longo caminho com eles, que iam ao povoado de Emaús. Eles não o reconheceram e somente souberam que era Ele quando partiu o pão, e depois também Ele sumiu. Agora Ele aparece na praia e conversa com os discípulos que não o reconhecem. Pergunta se eles têm alguma coisa para comer, sabendo que nada tinham. Ele assim agia para mostrar o Poder de Deus e se deixar reconhecer para que pudesse conversar e dar novos mandamentos, ordens a eles. Jesus antes já tinha mandado Pedro lançar as redes após uma noite infrutífera, e Pedro foi obediente, porque lançou as redes onde já tinha lançado e nada tinha pescado, e por isto disse na época que lançaria as redes sob a Palavra Dele, e, após assim proceder, a trouxe cheia de peixes; depois abandonou tudo e foi seguir o Senhor. Agora o Senhor manda que eles atirem a rede à direita do barco. Após eles fazerem isto, a rede veio cheia de peixes, tantos que eles tiveram dificuldades para puxá-la. João, o discípulo amado, o autor, escritor deste Evangelho, ao perceber o milagre, fala para Pedro que era Jesus. Temos que observar que ele reconheceu Jesus não pela fisionomia, mas por causa do milagre. "Então aquele discípulo, a quem Jesus amava, disse a Pedro: É o Senhor. E, quando Simão Pedro ouviu que era o Senhor, cingiu-se com a túnica (porque estava nu) e lançou-se ao mar.” (João21:7). Devemos observar o respeito, a deferência, pois, quando Pedro ouviu que era Jesus, imediatamente pulou na água com a roupa para se vestir. Apesar de ter vivido, convivido com Jesus durante aproximadamente três anos, Ele sempre o respeitou e o amou, por tal motivo pulou nas águas para se vestir, se recompor. Os pescadores, quando pescavam, como o calor era muito, eles tiravam as roupas, ficavam somente com uma espécie de cueca, e assim Pedro estava quando ficou sabendo que aquele era Jesus. Respeito é o que nós temos que ter pelo Senhor, e sempre. Quando nos apresentarmos a Ele, devemos estar devidamente trajados, sem usar roupas imorais, sexuais, ou vestidos de qualquer maneira, temos que demonstrar nosso amor e respeito. "E os outros discípulos foram com o barco (porque não estavam distantes da terra senão quase duzentos côvados), levando a rede cheia de peixes. Logo que desceram para terra, viram ali brasas, e um peixe posto em cima, e pão. Disse-lhes Jesus: Trazei dos peixes que agora apanhastes. Simão Pedro subiu e puxou a rede para terra, cheia de cento e cinquenta e três grandes peixes e, sendo tantos, não se rompeu a rede. Disse-lhes Jesus: Vinde, comei. E nenhum dos discípulos ousava perguntar-lhe: Quem és tu? Sabendo que era o Senhor. Chegou, pois, Jesus, e tomou o pão, e deu-lhes e, semelhantemente o peixe. E já era a terceira vez que Jesus se manifestava aos seus discípulos, depois de ter ressuscitado dentre os mortos.” (João 21:8-14).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino 

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 
Compartilhar
  • Twitter
  • del.icio.us
  • Digg
  • Facebook
  • Technorati
  • Reddit
  • Yahoo Buzz
  • StumbleUpon

Este post tem 1 Comentários

Deixe uma resposta

Nome:: Campo obrigatório.
Endereço de e-mail: Campo obrigatório. Não é visível
Website::
Código Captcha:: Campo obrigatório.
Comentário: Campo obrigatório.

CONTATOS MINISTERIAL


Telefone (Ligação Local):
4020-9729

Whatsapp 32-984259375

LIGAR SOMENTE DE FIXO  0800 042 0257 

Correspondências:
Caixa Postal 1041 - CEP 32001-970 - Contagem-MG